Passageiros que partem do Aeroporto Internacional de Miami (MIA) para Munique no voo 461 da Lufthansa já podem embarcar com o clique rápido de uma câmera em vez de um cartão de embarque e passaporte, graças à tecnologia de reconhecimento facial do aeroporto, lançada na semana passada.

“O Aeroporto de Miami continua a explorar formas inovadoras de simplificar e agilizar a experiência de viagem para os visitantes de nossa comunidade”, disse o prefeito do Condado de Miami-Dade, Carlos A. Gimenez. “Estou ansioso para ver a tecnologia de saída biométrica expandir em todo o Aeroporto de Miami e melhorar o nível de serviço ao cliente para seus passageiros”.

Por meio de uma parceria entre a Aeroporto de Miami, a Lufthansa, a Alfândega e Proteção de Fronteiras (CBP) e a provedora de TI do transporte aéreo global Sita, uma simples fotografia tirada no portão de embarque da Lufthansa é usada para confirmar a identidade dos passageiros e sua autorização para viajar. O processo de verificação do reconhecimento facial leva menos de dois segundos com uma taxa de correspondência de 99%, de acordo com a CBP. O Aeroporto de Miami espera lançar o embarque biométrico com outras companhias aéreas este ano.

“Estamos orgulhosos por nos associarmos ao CBP e à Sita para fornecer essa tecnologia de ponta para os passageiros da Lufthansa no MIA”, disse Lester Sola, diretor e CEO do Aeroporto de Miami. “A biometria é uma das muitas abordagens que estamos adotando para modernizar nossa infraestrutura aeroportuária, para tornar a experiência de viagem a mais tranquila possível”.

O lançamento da saída biométrica no Aeroporto de Miami acontece após a inauguração, em fevereiro de 2018, da primeira instalação de entrada totalmente biométrica da América do aeroporto, no Terminal E, que examina todas as chegadas internacionais por meio do reconhecimento facial.

“A Lufthansa se orgulha de ser uma líder do setor e formadora de tendências em digitalização e inovação, e o embarque biométrico é uma grande parte dessa categoria”, disse Bjoern Becker, diretor sênior de Gerenciamento de Produtos e Serviços Digitais do Grupo Lufthansa. “O embarque biométrico é uma forma de viagem eficiente e livre de problemas que ajuda a acelerar o processo de embarque e, ao mesmo tempo, aumenta a segurança. Estamos entusiasmados em ser a aérea de lançamento que introduz este avanço tecnológico no Aeroporto de Miami.”

A instalação, que reduziu o tempo de processamento em até 80% para companhias aéreas participantes, foi escolhida entre 80 indicações ao redor do mundo, como a vencedora do prêmio 2018 International Airport Review na categoria Passenger Experience e Seamless Travel.

Fonte: Mercado & Eventos

Sua empresa também precisa de uma gestão inteligente de viagens

Entre em contato para contratar nossos serviços:

Fale Conosco

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *