Argentina reabre fronteiras para brasileiros no dia 1° de outubro

Copastur banner

A Argentina anunciou a reabertura das fronteiras para o Brasil, sem necessidade de isolamento, a partir de 1º de outubro. A ministra da Saúde, Carla Vizzotti, disse que será necessário ter um “processo de vacinação completo e PCR negativo em até 72 horas antes do embarque (ou realizar um teste antígeno obrigatório na chegada)” para entrar no país. Aqueles que não têm a vacinação completa deverão fazer quarentena de uma semana.

Veja todos os detalhes para entrar logo abaixo

A abertura das fronteiras terrestres também ocorre a pedido dos governadores (com corredores seguros homologados pela autoridade sanitária com cota definida pela capacidade de cada jurisdição). “Estamos em momentos muito positivos, sabemos que a pandemia não acabou, temos que manter os cuidados”, disse Vizzotti em entrevista coletiva em Buenos Aires. “Estamos caminhando para a plena recuperação das atividades”.

No dia 1º de outubro está autorizada a entrada de estrangeiros de países vizinhos sem isolamento e a abertura das fronteiras terrestres a pedido dos governadores (com corredores seguros homologados pela autoridade sanitária com cota definida pela capacidade de cada jurisdição).

Com isso, no dia 1º de outubro está autorizada a entrada de estrangeiros de países vizinhos sem necessidade de isolamento e a abertura das fronteiras terrestres a pedido dos governadores (com corredores seguros homologados pela autoridade sanitária com cota definida pela capacidade de cada jurisdição). Entre 1º de outubro e 1º de novembro, haverá o aumento progressivo da cota de entrada em todos os corredores seguros, aeroportos, portos e terrestres.

E no dia 1º de novembro, será autorizada a entrada de todos os estrangeiros. Sobre a chegada de turistas, o governo esclareceu que será solicitado o seguinte para entrada no país: vacinação completa, com data da última aplicação pelo menos 14 dias antes da chegada ao país; e teste PCR negativo nas 72 horas anteriores ao envio, ou antígeno no ponto de entrada.

O que será necessário para entrar no país

  • Vacinação completa, com data da última aplicação pelo menos 14 dias antes da chegada ao país;
  • Teste de PCR negativo nas 72 horas anteriores ao embarque, ou antígeno na chegada ao país;
  • Teste PCR do 5º ao 7º dia de chegada até definição da autoridade sanitária;
  • Quarentena de sete dias e teste de antígeno na admissão e teste de PCR no 7º dia para não vacinados;
  • Quando atingir 50% da população completamente vacinada: o teste de antígeno será interrompido na admissão (exceto para os não vacinados) e a PCR nos dias 5 a 7 e a cota poderá ser suspensa.

*Fonte: Mercado e Eventos

SUA EMPRESA TAMBÉM PRECISA DE UMA GESTÃO INTELIGENTE DE VIAGENS?

Entre em contato para contratar nossos serviços

Fale Conosco

sidebar blog podcast saude mental

01 Banner 600x600px
03 Banner 600x600px
06 Banner 600x600px
Baixe nosso E book

We are using cookies to give you the best experience. You can find out more about which cookies we are using or switch them off in privacy settings.
AcceptPrivacy Settings

GDPR

  • teste

teste