Espanha reabre fronteiras para turistas, mas impede entrada de brasileiros

Copastur banner

Viajantes que comprovem que estão totalmente vacinados contra a Covid-19 com imunizantes da Pfizer, Moderna, AstraZeneca, Janssen, Sinopharm ou CoronaVac passam a poder entrar na Espanha a partir desta segunda-feira (7). No entanto, brasileiros, indianos e sul-africanos ainda seguem proibidos de entrar no país devido à alta incidência das variantes da Covid-19, independentemente se estão vacinados ou não.

As restrições de entrada de turistas brasileiros continuam vigentes até o dia 22 de junho, quando será avaliada de novo a possível entrada dos mesmos em função da evolução do número de novos contágios no pais. A entrada na Espanha para pessoas procedentes do Brasil só será permitida para:

  • Espanhóis ou andorranos;
  • Residentes na Espanha ou Andorra;
  • Passageiros em transito internacional a um país não Schengen com escala inferior a 24h permanecendo unicamente na zona de transito do aeroporto na Espanha;
  • Aeronaves de Estado, serviços de busca e salvamento (SAR), voos com escala escala em território espanhol com fins não comerciais e que tenham por destino final outro país, voos exclusivos de carga, posicionais (ferry) e humanitários, médicos ou de emergência.

A Espanha já permite que turistas de 10 países fora da União Europeia considerados de baixo risco entrem sem um teste PCR negativo para coronavírus entrem no país desde 24 de maio. Com a abertura das fronteiras aos turistas hoje, a nação testará o certificado verde digital, um código QR estabelecido pelos 27 países da União Europeia e que garante que o turista está vacinado, já teve doença ou tem um teste de PCR negativo.

O certificado verde será lançado oficialmente em 1º de julho, mas a Espanha entrou em um projeto piloto para ativar o mecanismo. Com este despacho ministerial, a Espanha garante um maior volume de chegadas de estrangeiros neste verão para reativar o golpeado setor do turismo.

A partir de segunda-feira, o turista que chegar à Espanha poderá viajar livremente, sem toque de recolher ou fechamento de perímetro territorial, mas com limitações de vida noturna e hospitalidade, dependendo da região, e espaços restritos de comércio, atividades culturais, natação em piscinas e competições esportivas.

*Fonte: Mercado e Eventos

SUA EMPRESA TAMBÉM PRECISA DE UMA GESTÃO INTELIGENTE DE VIAGENS?

Entre em contato para contratar nossos serviços

Fale Conosco

sidebar podcast episodio ressignificando masculinidade

01 Banner 600x600px
03 Banner 600x600px
06 Banner 600x600px
Baixe nosso E book

We are using cookies to give you the best experience. You can find out more about which cookies we are using or switch them off in privacy settings.
AcceptPrivacy Settings

GDPR

  • teste

teste