Etihad adquire 49,8% das ações da FlyNiki para lançar nova companhia aérea; entenda

Copastur bannerPowered by Rock Convert

O desejo do Grupo Etihad e do TUI Group de criar uma nova companhia aérea focada em viagens de lazer ganhou um novo capítulo esta semana. Nesta segunda (05), o Grupo Air Berlin concordou em vender sua participação acionária na FlyNiki, low-cost austríaca, para o Grupo Etihad de Aviação, como parte da estratégia de criar em breve uma nova companhia.

Cerca de 49,8% das ações da FlyNiki estará nas mãos da Etihad Investment Holding Company, mas a entidade sabe que não terá a maioria das ações, nem mesmo o controle da companhia aérea, por conta dos regulamentos europeus. Os outros 50,2% ficará nas mãos de uma fundação austríaca, a fim de assegurar os direitos internacionais de tráfego aéreo. A nova companhia irá operar aeronaves da TUIFly e da própria FlyNiki.

A ideia é que a frota da companhia tenha cerca de 60 aeronaves em serviço por toda a Europa. De acordo com nota divulgada pelo TUI Group, a nova empresa aérea terá cerca de 15 milhões de assentos anuais. Para isso, operaria uma frota de 14 B737s, que estão atualmente voando nas asas da Airberlin sob contrato de leasing, 27 B737NGs da TUIFly e 17 A320s da FlyNiki.

De acordo com a Etihad, a transação simplificará o modelo de negócio da Air Berlin, já que reduzirá sua exposição aos destinos sazonais, permitindo apenas se concentrar em mercados corporativos na Alemanha, Itália e Leste Europeu. “Passo a passo, estamos transformando a Airberlin em uma malha aérea focada no transporte doméstico europeu, alimentando duas grandes rotas internacionais a partir de Berlin e Dusseldorf”, disse o diretor executivo Stefan Pichler. “Investiremos no desenvolvimento da Air Berlin como uma companhia corporativa.

A ideia é iniciar as operações da nova companhia dae lazer em abril de 2017, já servindo destinos como Ilhas Canárias, Espanha, Grécia e Ilhas Bálticas a partir de diversas cidades na Alemanha, Áustria e Suíça. A Etihad Investment Holding Company disse que irá transferir imediatamente as ações e as aeronaves da Niki para a nova companhia, enquanto a Tui contribuirá com sua companhia, a TUIfly, incluindo 14 aeronaves da Air Berlin.

SUA EMPRESA TAMBÉM PRECISA DE UMA GESTÃO INTELIGENTE DE VIAGENS?

Entre em contato para contratar nossos serviços

Fale Conosco

banner episódio podcast saída de emergência episódio 10 a álgebra da incerteza

banner protocolo blog

 

We are using cookies to give you the best experience. You can find out more about which cookies we are using or switch them off in privacy settings.
AcceptPrivacy Settings

GDPR

  • teste

teste