Governo reduz intervalo de doses de vacina para viagens internacionais marcadas

O Ministério da Saúde reduziu o intervalo das doses de vacina contra Covid-19 para os brasileiros com viagens internacionais marcadas. Segundo a pasta, a aplicação dos imunizantes deve respeitar o intervalo mínimo de 21 dias para a vacina da Pfizer e 28 dias para a vacina da AstraZeneca. A determinação está em uma nota técnica publicada pela Secretaria Extraordinária de Enfrentamento à Covid-19 (SeCovid).

Além da redução do intervalo dos imunizantes, o ministério ainda permitiu que viajantes vacinados com as duas doses da Coronavac com passagens para países que não possuem autorização para esse imunizante, recebam uma terceira dose de outro imunizante aceito pelo país de destino. Nesse caso, o intervalo mínimo entre a série primária de vacinação e a terceira dose do outro imunizante será de 28 dias.

Implementação

As unidades da Federação e os municípios deverão avaliar as situações individualmente com intuito de encontrarem o melhor esquema vacinal, de acordo com a disponibilidade de vacinas. As medidas também devem garantir a proteção e segurança para a população. Os métodos para comprovação da natureza da viagem ficarão a critério dos entes federados.

*Fonte: Mercado e Eventos

copastur banner simulador economia

SUA EMPRESA TAMBÉM PRECISA DE UMA GESTÃO INTELIGENTE DE VIAGENS?

Entre em contato para contratar nossos serviços

Fale Conosco
We are using cookies to give you the best experience. You can find out more about which cookies we are using or switch them off in privacy settings.
AcceptPrivacy Settings

GDPR

  • teste

teste