Aéreas brasileiras transportaram mais de 5,7 mil itens para transplantes em 2022

Compartilhe este conteúdo:

As companhias aéreas brasileiras transportaram gratuitamente 5.740 itens para transplantes (órgãos, tecidos, equipes e materiais, entre outros) em 2022, de acordo com dados da Central Nacional de Transplantes (CNT), órgão ligado ao Sistema Nacional de Transplantes, do Ministério da Saúde, e compartilhado pela Associação Brasileira das Empresas Aéreas (Abear).

Considerando a operação da Força Aérea Brasileira (FAB), empresas estrangeiras, trajetos terrestres e outros transportes foram embarcados 2.100 itens, totalizando uma movimentação de 7.840 órgãos, tecidos, equipes e materiais no ano passado.

Desde 2014, quando a Associação Brasileira das Empresas Aéreas (Abear) criou o Programa Asas do Bem, com o objetivo de divulgar a importância da doação e do transporte gratuito de órgãos, tecidos, equipes médicas e materiais as empresas aéreas brasileiras já transportaram 58,6 mil itens.

“Temos orgulho de fazer parte desse esforço colaborativo da aviação comercial, em parceria com ministérios como o da Saúde, autoridades aeronáuticas e aeroportos, entre outros diversos parceiros, para perpetuar vidas. Somente a aviação pode alcançar localidades mais distantes em tempo hábil para que o transplante seja efetuado com sucesso. Isso demonstra a importância da retomada da operação aérea e da conectividade nacional”, afirma o presidente da Abear, Eduardo Sanovicz.

Fonte: Mercado&Eventos

Posts Relacionados

Rolar para cima