Air New Zealand define primeiras rotas e valores das ‘cabines de beliches’ em seus voos

Quase um ano depois de anunciar planos para o início do serviço e mais de três anos após apresentar o protótipo de um produto que pretende fazer viajantes da classe econômica de fato dormirem durante o voo, a Air New Zealand anunciou recentemente que suas cabines de beliches, com “assentos” que são verdadeiras camas, chamadas de Skynest, serão lançadas em duas rotas internacionais para os Estados Unidos.

O Skynest estreará mesmo em 2024 nas rotas Auckland-New York/JFK e Auckland-Chicago/O’Hare. A Air New Zealand opera ambos os serviços com Boeing 787-9 Dreamliners. Os tempos de voo nas rotas Auckland-Chicago e Auckland-Nova York são de aproximadamente 15 horas e 16 horas, respectivamente. A transportadora fez o anúncio durante a conferência anual Trenz da Tourism New Zealand esta semana em Christchurch.

Cada Economy Skynest (uma espécie de módulo) poderá acomodar até seis passageiros. O tamanho médio da cama é de 200cm de comprimento e 58cm de largura. Ao adquirir o produto, o cliente ainda terá travesseiro, lençol, colchas, protetores de ouvido, cortinas de privacidade e luz ambiente para dormir. A companhia ainda projeta oferecer luz de leitura e entradas USB no espaço.

COMO FUNCIONARÁ? A transportadora disse que ainda está trabalhando nos detalhes de como o processo de reserva funcionará, mas prevê que os passageiros comprem beliches Skynest por blocos de quatro horas a um custo de US$ 400 a US$ 600. Os tempos de transição entre cada sessão serão de aproximadamente 30 minutos, permitindo a limpeza e troca de roupas de cama.

Fonte: Mercado&Eventos

Compartilhe este conteúdo:

Posts Relacionados

Rolar para cima