Barcelona quer proibir aluguel de apartamentos para turistas até 2028

Compartilhe este conteúdo:
1 min restantes

Barcelona tem avaliado um plano para proibir o aluguel de apartamentos para turistas até 2028. Proposto pelo prefeito de Barcelona, Jaume Collboni, a cidade europeia tenta combater o excesso de turismo. A Espanha é o segundo país mais visitado do mundo, perdendo apenas para a França, com 85 milhões de visitantes no ano passado.

O mercado de aluguéis de curto prazo aumentou quase 70% nos últimos dez anos e o custo da compra de uma casa subiu 40%, prejudicando os moradores de Barcelona.

Nos últimos anos, o governo espanhol tentou dificultar o aluguel de férias para turistas, exigindo uma licença para isso. Cerca de 10 mil aluguéis de férias ilegais foram fechados nos últimos sete anos. Ainda há mais de 10 mil aluguéis licenciados disponíveis na cidade.

“Não podemos permitir que a maioria dos jovens que desejam sair de casa também tenha que sair de Barcelona”, disse Collboni.

Barcelona não é o primeiro destino a querer endurecer ainda mais regras que restringem a operação de plataformas de aluguel de casas e/ou aluguel de apartamentos de curto prazo. Cidades como Nova York, Amsterdam, Paris e outras, tem proposto medidas para evitar a modalidade.

Fonte: Mercado & Eventos

Posts Relacionados

Rolar para cima