JetBlue avança em fusão com Spirit apesar de liminar do Departamento de Justiça dos EUA

Compartilhe este conteúdo:

A JetBlue Airways está prosseguindo com sua fusão com a Spirit, apesar de uma liminar do Departamento de Justiça dos Estados Unidos. A companhia anunciou na última semana que continuará com seus pré-pagamentos para a Spirit Airlines como parte do processo de fusão. A decisão faz parte da fusão planejada com a Spirit no ano passado por US$ 3,1 bilhões, embora o Departamento de Justiça processou no início deste mês para impedir a fusão.

De acordo com a empresa, “estabeleceu-se dia 27 de março de 2023 como a data recorde para o pré-pagamento de março de 2023 aos acionistas da Spirit de US$ 0,10 por ação da Spirit, com pagamento do pré-pagamento adicional de março de 2023 para ocorrer em 31 de março de 2023. De acordo com o Acordo de Incorporação, os acionistas da Spirit, a partir de 27 de março de 2023, data de registro, terão direito a receber o pré-pagamento Adicional de março de 2023″.

As duas companhias concordaram em formar o que seria a quinta maior companhia aérea do país no ano passado, após uma guerra de ofertas com a Frontier Airlines. De acordo com o portal “Político”, “as pessoas na divisão antitruste do DOJ têm opiniões divergentes sobre a possibilidade de abrir um processo”, o acordo é ainda mais complicado por um processo em andamento contra o acordo da JetBlue’s Northeast Alliance com a American Airlines.

No entanto, a JetBlue afirma que a fusão beneficiaria os viajantes, criando um “desafiante nacional de tarifas baixas há muito esperado” para as quatro grandes companhias aéreas da American, Delta, United e Southwest. Por enquanto, não se sabe se a fusão bloqueada pelo DOJ colocaria a Spirit de volta no mercado ou se a transportadora aceitaria uma oferta significativamente menor para ingressar na Frontier, conforme planejado originalmente.

Fonte: Mercado&Eventos

Posts Relacionados

Rolar para cima