Companhias aéreas crescem em soluções e registram menos reclamações no 4T22

Compartilhe este conteúdo:

Exatas 19.964 reclamações em relação as companhias aéreas que operam no Brasil foram registradas no portal Consumidor.gov.br no quatro trimestre de 2022. Isso representa o registro de 74,2 reclamações a cada 100 mil passageiros – uma queda de 51,6% em relação ao mesmo período do ano anterior. O número absoluto de reclamações (sem ponderação pelo número de passageiros) também diminuiu em 44,3%, de acordo com dados divulgados pela Anac.

Companhias aereas 001 2

O Boletim de Monitoramento do Consumidor.gov.br – Transporte Aéreo contém dados de reclamações dos passageiros registradas na plataforma do Governo Federal. O documento apresenta a quantidade e os principais motivos das reclamações, assim como o desempenho das empresas aéreas na solução de problemas. No caso do 4T22, as companhias aéreas transportaram 26.890.248 passageiros pagos no mercado brasileiro.

Em relação ao índice de solução das reclamações, houve aumento de 12,4% em comparação com o trimestre análogo de 2021, com 80,3% das reclamações consideradas resolvidas. A nota de satisfação deu um salto de 25,6% na mesma forma de comparação (3,5 em uma escala que vai de 1 a 5). O tempo médio de resposta foi de 4,6 dias em uma escala que pode ir a 0 a 10 dias, 16,2% a menos que o registrado no mesmo período de 2021.

Azul liderá com o menor índice de reclamações companhias aéreas

Entre as maiores companhias brasileiras, a Azul foi a empresa que apresentou o menor índice de reclamações no 4º trimestre de 2022 (51,3 reclamações a cada 100 mil passageiros), o melhor índice de solução de reclamações (92,4%) e a maior nota de satisfação dos consumidores em relação ao atendimento recebido (4,3 em uma escala de 1 a 5). A Latam foi a empresa que apresentou o menor tempo médio de resposta (3,4 dias).

Companhias aereas 002 1

Entre as maiores transportadoras estrangeiras, a Aerolineas Argentinas foi a companhia com menor índice de reclamações por 100 mil passageiros (54,1). Já o maior índice de solução de problemas (76,3%), o maior índice de satisfação (2,7) e o menor tempo de resposta (4,6) ficaram com a Copa Airlines.

TEMAS MAIS RECLAMADOS – O tema mais reclamado pelos consumidores no período foi reembolso, com 22,9% das queixas. Alteração de contrato pelo passageiro (18%) e alteração pela empresa aérea (16,1%) fecham o ranking dos temas com maior número de registros na plataforma no trimestre. O atendimento ao passageiro com necessidade de assistência especial (PNAE) foi o tema com menor quantidade de reclamações – 0,52%.

Fonte: Mercado&Eventos

Posts Relacionados

Rolar para cima