Reino Unido passará a cobrar taxa de entrada para turistas a partir de novembro

Compartilhe este conteúdo:
2 min restantes

Assim como acontecerá com a Europa a partir de 2024, os turistas que visitarem o Reino Unido também começarão a ter que pagar uma taxa logo na entrada. Inglaterra, Escócia, País de Gales e Irlanda do Norte irão lançar um requisito de Autorização Eletrônica de Viagem (ETA), nome bem parecido inclusive com o programa europeu European Travel Information and Authorization System (Etias), em 2024, que custará £ 10, o que equivale a cerca de R$ 60 atualmente.

De acordo com a página do governo do Reino Unido, o ETA será, portanto, uma nova exigência para pessoas que não precisam de visto para chegar ao Reino Unido, no qual turistas brasileiros estão inseridos. O ETA será vinculado eletronicamente ao passaporte e servirá para aqueles que passarem até 6 meses no país para turismo, visitar familiares e amigos, negócios ou estudo, e até mesmo para quem está em trânsito (inclusive se não passar pelo controle de fronteira do Reino Unido).

QUANDO COMEÇA A VALER?

A medida começa a valer a partir de 15 de novembro, mas apenas para cidadãos do Catar. E a partir de 22 de fevereiro de 2024, começa para valer, primeiramente para turistas de Bahrein, Jordânia, Kuwait, Omã, Arábia Saudita e Emirados Árabes Unidos. O governo informa que mais nacionalidades serão adicionadas posteriormente à lista. Ainda não há, portanto, previsão para o início da cobrança para brasileiros.

QUEM NÃO PRECISA?

Quem tem passaporte britânico ou irlandês; permissão para viver, trabalhar ou estudar no Reino Unido; ou um visto para entrar no Reino Unido. Além disso, se residir legalmente na Irlanda e não precisar de visto para visitar o Reino Unido, não precisará de um ETA se estiver entrando no Reino Unido através de Irlanda, Guernsey, Jersey e Isle of Man.

COMO ENTRAR COM PEDIDO DO ETA?

Será preciso se inscrever no aplicativo ETA do Reino Unido ou on-line em GOV.UK. É possível se cadastrar e ainda e inscrever o nome de outras pessoas. Cada viajante deve obter seu próprio ETA, incluindo crianças e bebês. O documento pode demorar até 3 dias utéis para ficar pronto ou mais em casos de verificações mais detalhadas. E como já mencionado acima, o ETA custará £ 10 por passageiro.

COMO CONSEGUIR O ETA?

O passageiro receberá uma confirmação por e-mail se a inscrição for aprovada. O ETA será vinculado eletronicamente ao passaporte inscrito, que deve ser o mesmo para viajar. O ETA terá duração de 2 anos. Caso o passaporte expire em menos de 2 anos, será preciso obter um novo ETA. Em caso de recusa, o passageiro precisará de visto de visitante padrão para visitar o Reino Unido ou visto de trânsito para transitar pela nação.

Fonte: Mercado&Eventos

Posts Relacionados

Rolar para cima