Veneza começará a cobrar por visita diária de turistas a partir de 2024

Compartilhe este conteúdo:

A cidade italiana de Veneza aprovou o início da cobrança de uma taxa de 5 euros para aqueles visitantes que não pernoitam na cidade, numa tentativa de controlar o turismo. Com isso, todos os visitantes maiores de 14 anos deverão pagar a taxa e reservar a entrada na cidade com antecedência a partir de 2024. Esta taxa tinha tudo para entrar em vigor em janeiro deste ano, mas acabou sendo adiada mais uma vez pela prefeitura local.

Apesar disso, o início da cobrança é como se fosse um teste e será realizada durante os períodos de pico turístico. O excesso de turistas é uma questão urgente para Veneza. A cidade tem apenas 7,6 km², mas recebeu quase 13 milhões de turistas em 2019. Espera-se que o número de visitantes exceda os níveis pré-pandemia nos próximos anos.

Dados mostram que cerca de 100 mil turistas passeiam pelas praças da cidade todos os dias, mas a grande maioria não passa nem mesmo um pernoite. Em breve, os viajantes “diurnos” só poderão visitar a cidade depois de comprarem online os seus bilhetes por cerca de 5 euros.  O plano é que os turistas diurnos façam uma reserva para entrar em Veneza por meio de um aplicativo.

OUTRAS MEDIDAS

Veneza em 2021 já havia proibido navios de cruzeiro com mais de 25 mil toneladas brutas do Canal Giudecca. A cidade ainda faz parte dos itinerários de cruzeiros, mas grandes navios estão fazendo escala em Marghera, porto que fica a 11 quilômetros de Veneza.

Fonte: Mercado & Eventos

Posts Relacionados

Rolar para cima