Se você já fez viagens longas, que envolvessem mudanças de fuso horário superiores a 3 horas, provavelmente já se deparou com o efeito jet lag.

O termo “jet lag” não tem uma tradução literal. A expressão mais próxima, em português, seria “descompensação horária”. Os médicos preferem chamar de dissincronose.

Segundo os especialistas, o ciclo biológico baseia-se no período de 24 horas, o que denominamos como ritmo circadiano. Como a diferença de fusos horários causa alterações significativas nesse ciclo, especialistas afirmam que o organismo precisa de um dia para cada hora de fuso horário alterada para se adaptar.

Quer conhecer mais sobre os efeitos do jet lag e como lidar com eles? Acompanhe nossas dicas a seguir!

Quais são os sintomas do Jet Lag?

O relógio biológico regula as funções orgânicas de nosso metabolismo de acordo com os horários que adotamos regularmente para dormir, nos alimentarmos, entre outras atividades. Quando viajamos para um lugar de horário diferente, nosso organismo fica confuso, pois não reconhece a rotina. Daí os desconfortos!

Alguns dos principais sintomas do jet lag são: mal-estar, sonolência, irritabilidade, dores de cabeça e náuseas. Cada organismo reage de uma forma, e, por causa disso, os sintomas variam de pessoa para pessoa, independente da idade.

Como evitar os efeitos do jet lag?

Algumas medidas aliviam e até mesmo evitam efeitos desconcertantes sobre a sua viagem corporativa.

Prepare seu organismo

Com o organismo bem-preparado para as horas de viagem, você consegue lidar melhor com os efeitos do jet lag. Quando viajar para um lugar com horário adiantado, procure fazer as refeições e dormir mais cedo nos dias que antecedem a jornada. Assim, seu corpo se acostumará, aos poucos, com as mudanças no horário.

Evite café, bebidas alcoólicas e energéticos, pois essas substâncias alteram os padrões de sono. A hidratação também é muito importante para a adaptação do organismo: capriche na água de coco, nos sucos e na água.

Durante o voo, opte por alimentos mais leves. Especialistas indicam que a primeira refeição no local de destino seja feita de acordo com hora de chegada. Se você chegar na hora do almoço, almoce. Se chegar à noite, jante. Assim, você reinicia seu relógio biológico no horário local. 

Procure chegar com antecedência

Em caso de viagens longas, programe seu desembarque para, pelo menos, dois dias antes do início de suas atividades no local de destino. Dessa forma, você terá tempo de descansar e adaptar seu corpo ao ritmo do lugar. Você ficará bem disposto para cumprir seu cronograma e ainda ganhará alguns dias para conhecer os aspectos da cultura local. Para negociações, isso pode ser um diferencial e tanto!

Caso não seja possível adiantar a viagem, programe seus compromissos mais exaustivos para dias mais distantes em relação à data de chegada.

No local de chegada, exponha-se à luz

Assim que chegar ao lugar de destino, procure fazer exercícios leves ou mesmo uma caminhada. Ao adaptar-se à luz ambiente, o organismo ameniza os efeitos de jet lag. Quanto mais luz, melhor o corpo compreende que é momento de permanecer acordado.

Portanto, se você chegar ao seu local de destino no início do dia, exponha-se à luz do início do dia, de forma que seu organismo entenda que ainda é manhã. Em geral, especialistas recomendam que você programe o desembarque para o período da manhã, para que você ganhe mais tempo para se adaptar aos padrões de luz. 

Evite substâncias que causem alterações no sono

Como explicamos anteriormente, procure fazer com que seu organismo se adapte aos novos horários de maneira natural. Por isso, substâncias que interferem no sono, como energéticos, calmantes, medicamentos e álcool podem piorar os efeitos de jet lag. Evite usá-las.

Fique atento à sua alimentação

A maneira como nos alimentamos pode nos ajudar a combater os efeitos de jet lag. Procure fazer uma alimentação balanceada, inserindo alimentos que dialoguem com o equilíbrio de seus ciclos: laranja, aveia, banana, tomate, cevada e abacaxi são alguns deles.

Além disso, com orientação médica, você pode fazer a reposição do hormônio melatonina.

Valorize o descanso

Durante o voo, independente de estar sonolento ou não, procure dormir. Travesseiros, tampões de ouvidos e tapa-olhos podem ajudar no descanso. Se necessário, faça também o stop over. Passar um ou dois dias na cidade que faz conexão com o voo pode reduzir os efeitos do jet lag. 

Tome cuidado com viagens curtas

Caso sua viagem corporativa não leve mais que 5 dias, procure manter, no lugar de destino, os costumes que você cultiva no horário de sua casa, pelo menos quanto à alimentação e ao sono. Dessa maneira, você evita um duplo efeito jet lag por causa de alterações excessivas em um período curto de tempo.

Recorra às terapias

Uma série de terapias ajudam a lidar com os desconfortos do jet lead. A massoterapia, florais, alongamentos, incensos, apenas para citar alguns exemplos, ajudam a regular o sono e proporcionam sentimentos de bem-estar.

Seus preparativos físicos importam

Não deixe os preparativos da viagem para a última hora. Além de estar em dia com os exames médicos e com o passaporte, deixe os documentos em locais seguros, as malas bem organizadas e o organismo descansado.

Ajuste também os seus relógios assim que entrar no avião, de acordo com o horário da cidade de destino. Seu cérebro ganhará mais tempo para se adaptar. Quanto menores as tensões envolvidas na jornada, menores serão os efeitos do jet lag.

O jet lag, desacerto no relógio biológico provocado pelo distúrbio hormonal de hidrocortisona, ligado diretamente ao controle do nível de estresse em nosso corpo, é um mecanismo de proteção do organismo. Precisamos aprender a lidar com ele para que a experiência das viagens corporativas, bem como os negócios gerados nelas, não sejam prejudicados.

Portanto, é essencial que as empresas incluam períodos de adaptação para que seus colaboradores possam exercer o melhor desempenho possível.

Se você gostou das nossas dicas para lidar com os efeitos do jet lag, compartilhe em suas redes sociais e marque os seus colegas de trabalho. Esse pode ser o início de viagens corporativas mais produtivas e prazerosas!

Sua empresa também precisa de uma gestão inteligente de viagens

Entre em contato para contratar nossos serviços:

Fale Conosco

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *