Dicas Para Uma Estratégia de Gestão de Custos Para Offshore

Copastur banner

Uma empresa offshore tem despesas e preocupações bem diferentes das indústrias comuns. Por esse motivo, é fundamental aplicar uma estratégia de gestão de custos que seja específica para esse segmento, que entenda suas particularidades e desafios.

 

Pensando nisso, a Copastur traz neste artigo algumas dicas que podem ajudar a reduzir os custos e otimizar a gestão. Confira!

 

O que é necessário para uma estratégia de gestão de custos em offshores? 

Uma boa estratégia de gestão de custos para offshore deve considerar os principais fatores que geram despesas para essas empresas, como:

  • serviços de logística de embarque e desembarque;
  • passagens aéreas e rodoviárias;
  • reserva de hotéis;
  • transfers.

 

A gestão financeira terá que calcular e gerenciar os investimentos nessas áreas para controlar tanto os custos variáveis, fixos, diretos e indiretos. Para manter a saúde financeira da empresa offshore e aumentar os lucros, veja as dicas a seguir:

 

Definição das despesas fixas

A base para qualquer tipo de estratégia de gestão de custos é identificar todas as despesas fixas, que são aquelas que a empresa sempre vai ter. Em uma offshore, podemos considerar os seguintes gastos:

 

 

Calcule todos os custos e tenha uma média de quanto deve ser gasto no mês. Se em algum momento os valores passarem do limite em algum setor, procure formas de eliminar a despesa em excesso. 

 

Um exemplo básico seria: gasto acima do esperado com alimentação pode ser resultado de aumento no desperdício, portanto, comece uma campanha de conscientização para a equipe. 

 

Uma situação mais técnica poderia ser: um maquinário que precisa de muitas manutenções pode ser substituído por uma alternativa mais tecnológica. 

 

Gerenciamento de logística

A parte logística de uma offshore também é essencial e precisa ser feita corretamente para evitar custos muito altos. Ela cuida tanto da movimentação de quaisquer cargas necessárias para as operações de perfuração e produção nas plataformas offshore, e também de movimentação de passageiros. 

 

  • na logística de cargas, os custos são relacionados a materiais químicos, ferramentas, equipamentos submarinos, tubos etc., granéis sólidos e líquidos (cimento, fluido de poços, bentonita, água) ou óleo diesel;
  • a logística de passageiros, lida com a movimentação de pessoas entre o continente, a plataforma e/ou demais unidades marítimas e os respectivos retornos.

 

Neste último caso, de logística de passageiros, é importante pensar em todas as despesas relacionadas ao transporte dos colaboradores da plataforma a terra, hospedagem estratégica, alimentação, documentação necessária para embarque e desembarque, treinamentos, etc.  

 

Essas foram algumas dicas para estratégia de gestão de custos em offshore, para saber mais sobre o tema, leia nosso artigo sobre a importância da logística no apoio a este setor!

SUA EMPRESA TAMBÉM PRECISA DE UMA GESTÃO INTELIGENTE DE VIAGENS?

Entre em contato para contratar nossos serviços

Fale Conosco
We are using cookies to give you the best experience. You can find out more about which cookies we are using or switch them off in privacy settings.
AcceptPrivacy Settings

GDPR

  • teste

teste