Qual é a importância da logística no apoio às atividades de offshore?

As atividades offshore fazem parte do cotidiano das empresas de petróleo e gás e, mais do que isso, são um ponto fundamental para as estratégias e os negócios dessas companhias. Sendo assim, torna-se muito importante entender a fundo como funciona e por que se preocupar com o papel da logística.

Devido à complexidade das operações offshore, elas demandam muito suporte — e a logística é capaz de proporcionar isso. Dessa forma, você garante a eficácia e o bom andamento dessas demandas.

Mas qual é, exatamente, o impacto do apoio logístico nas atividades de offshore? E como garantir processos mais eficientes e bem conectados? Continue a leitura e fique por dentro!

A alta demanda de suporte logístico para esse segmento

Para que seja possível realizar atividades extremamente complexas e delicadas, como a extração de petróleo de águas profundas, o trabalho realizado em terra cumpre um papel essencial. Ou seja, a logística necessária para fornecer suporte a esse segmento é igualmente complexa.

É preciso considerar, por exemplo, que as necessidades logísticas não existem apenas para as atividades offshore em si, mas também para tudo o que faz as plataformas funcionarem. Isso inclui o deslocamento dos colaboradores e dos equipamentos, por exemplo. Além disso, o offshore atua com prazos que devem ser obedecidos e ainda precisa buscar sempre os melhores custos — afinal, trata-se de um segmento que exige investimentos altos e, por isso, não pode arcar com desperdícios.

Outra demanda específica dos processos logísticos para o offshore é a necessidade de remover e deslocar em segurança os materiais e resíduos sólidos inservíveis das plataformas. Depois, ainda deve-se enviá-los corretamente até sua destinação final para descarte, para não causar riscos ambientais e de saúde.

A logística para as atividades offshore pode ser dividida em três categorias, de acordo com as características e a natureza dessas atividades. Algumas dependem da atuação da empresa, outras fazem parte da realidade de qualquer negócio com atividades offshore.

1. Logística de cargas

É o tipo de logística que cuida da movimentação de quaisquer cargas necessárias para operações de perfuração e produção nas plataformas.

As cargas podem ser gerais (materiais químicos, ferramentas, equipamentos submarinos, tubos etc.), granéis sólidos e líquidos (cimento, fluido de poços, bentonita, água) ou óleo diesel.

Carga geral

Falando especificamente da carga geral, ela demanda uma forma própria de logística. Essas cargas, que podem ser muito diversificadas, são embarcadas no convés e enviadas diretamente para as plataformas. É preciso ter processos preparados para lidar com demandas emergenciais de carga geral.

Granéis sólidos e líquidos

Esses itens são enviados diretamente para as plataformas por meio de embarcações do tipo PSV (Platform Supply Vessel, ou Navio de Apoio à Plataforma, que é específico para esse tipo de demanda).

Óleo diesel

A forma com que a logística lidará com a demanda de óleo diesel depende bastante da escala da operação. Demandas menores podem ser atendidas por meio de embarcações de apoio abastecidas em um hub marítimo. Já nas de maior volume, os Navios de Apoio à Plataforma recebem o óleo diesel no fundeio ou são atracados no berço para, então, atender as unidades marítimas.

2. Logística de passageiros

Lida com a movimentação de pessoas entre o continente, a plataforma e/ou demais unidades marítimas e os respectivos retornos. Muito focada na segurança operacional, é realizada via helicópteros.

3. Logística de serviços

Esse aspecto da logística providencia fornecedores e embarcações prestadoras de serviços para atender às necessidades cotidianas e pontuais das plataformas. Isso inclui desde a movimentação das unidades marítimas até o combate a incêndios e a vazamentos de óleo.

A conexão entre os elos da cadeia de produção offshore e a logística

Especialmente por causa da distância física entre os escritórios em terra e o centro de atividades offshore, os elos da cadeia de produção em alto mar precisam estar muitíssimo bem conectados aos processos de logística terrestres.

Para que as atividades offshore aconteçam com eficácia e sem obstáculos, a cadeia logística de produção envolve o armazenamento e o transporte das cargas ainda em terra, a operação portuária e o transporte marítimo dessas cargas até as plataformas, entre outros elementos. Há, ainda, demandas como o transporte da equipe, os recursos disponíveis na plataforma e a movimentação de unidades marítimas.

Por isso, o atendimento e o alinhamento dos prazos são imprescindíveis, assim como a comunicação entre as equipamentos no mar e no continente.

Caso contrário, demandas urgentes podem não ser atendidas a tempo, podem haver obstáculos graças a falhas na comunicação e as atividades não transcorrem como deveriam para cumprir as necessidades da equipe, da plataforma e da organização.

As atividades cotidianas do cronograma também são prejudicadas, e a equipe pode até mesmo perder o prazo de uma perfuração de determinado poço. Esse tipo de atraso resulta em prejuízos significativos. Considerando que as atividades offshore já geram custos altos por si só, devido aos investimentos em infraestrutura, equipe, material etc., despesas desnecessárias devem ser evitadas ao máximo.

É preciso alinhar, também, os prazos com que a equipe marítima deve fazer pedidos específicos para a logística, para que possam ser cumpridos a tempo. Com uma comunicação organizada e ágil e processos detalhados e passados com clareza a todos os envolvidos, é possível conquistar a excelência logística para as atividades offshore.

Então, alinhe exatamente as rotinas das suas atividades offshore, mapeie as necessidades da plataforma e das demais unidades marítimas, analise as possibilidades de risco e organize procedimentos para cargos de emergência. Além disso, invista na qualidade da comunicação interna e reforce a importância do alinhamento entre offshore e logística para o trabalho de todos.

Com a leitura deste artigo, esperamos que tenha ficado clara a importância da logística para as atividades offshore em todas as etapas da cadeia de produção. Portanto, é preciso trabalhar com afinco para que os processos logísticos atuem em harmonia e proximidade para atender às demandas nas plataformas em alto mar, contribuindo assim para o sucesso dessas atividades e da empresa como um todo.

Este conteúdo foi relevante para você? Quer continuar acompanhando as melhores dicas e informações para os seus negócios? Assine a nossa newsletter gratuita e não perca nenhum de nossos posts!

SUA EMPRESA TAMBÉM PRECISA DE UMA GESTÃO INTELIGENTE DE VIAGENS?

Entre em contato para contratar nossos serviços

Fale Conosco
We are using cookies to give you the best experience. You can find out more about which cookies we are using or switch them off in privacy settings.
AcceptPrivacy Settings

GDPR

  • teste

teste