Plataforma Offshore — Quais São os Principais em Operação no País?

Compartilhe este conteúdo:

[vc_row][vc_column][vc_column_text]Como é sabido, o Brasil é um dos grandes produtores de petróleo do mundo. Para explorar esse recurso, é necessária a instalação de uma plataforma offshore que pode ser fixa, semissubversível e FPSO. Por conta da grande costa brasileira, atualmente, existem pontos de exploração em diferentes regiões. Entenda mais sobre isso neste artigo!

Está sem tempo de ler agora? Que tal ouvir o artigo? Experimente dar o play abaixo ou fazer o download para ouvir offline!

Qual plataforma offshore existe no Brasil?

O Brasil possui três tipos de plataforma offshore. As fixas são ideais para águas rasas e são colocadas próximas da costa. Já as FPSO (Flutuante de Produção, Armazenamento de Transferência, em português) ou navio-plataforma são usadas em águas profundas, assim como as semissubversiveis.

A escolha de uma ou de outra depende, portanto, das condições naturais da região. Em águas profundas só é possível operar com plataformas flutuantes. No entanto, os alunos podem comprar ajuda para redação de ensaios em buyessayfriend a qualquer momento e, assim, equilibrar seus estudos e tempo livre para recreação.

Para efeito de curiosidade, a primeira base de perfuração fixa foi instalada na década de 1980, em Niterói. De lá para cá muitas coisas mudaram.

As FPSO são exemplo disso, pois surgiram nos anos 2000 e passaram a substituir em algumas localidades das semissubversíveis, por permitirem a armazenagem de uma grande quantidade de petróleo. Essa capacidade de armazenamento permite operar a grandes distâncias, onde não é possível fazer o escoamento de oleodutos.

modernizar processos offshore

Confira também o texto sobre Gestão estratégica de custos em Offshore

Onde estão as plataformas brasileiras?

Depois de conhecer as particularidades de cada plataforma offshore, é mais fácil de entender o porquê, em determinada região, há mais de um tipo do que de outro. Afinal, as características do mar são determinantes para definir como será a operação de extração.

Atualmente, o Brasil possui mais de 150 plataformas por toda a costa. Pelo menos 69 delas são semissubversíveis e FPSO. Elas estão localizadas nas bacias de Campos e Santos, na região Sudeste.

Por sua vez, a região Nordeste tem predominância de águas rasas, o que favorece a instalação de plataformas fixas. Cerca de 63 delas nas bacias de Sergipe, Ceará, Potiguar e Camumu.

Independentemente da região em que esteja, a gestão das empresas embarcadas requer uma série de protocolos para que tudo funcione da forma adequada. O próprio transporte da equipe é algo que demanda atenção especial, já que a jornada acontece de um momento diferente do usual.

A Copastur tem expertise em empresas offshore. Então, se você precisa alocar os seus colaboradores, de forma confortável e segura, entre em contato para saber mais sobre os nossos serviços![/vc_column_text][/vc_column][/vc_row]

revista offshore estruturação viagens

Posts Relacionados

Rolar para cima