Planejamento Estratégico Empresarial: Por Que É Importante Desenvolver Um?

O mercado está em constante mudança e o planejamento estratégico empresarial é um recurso fundamental para que as companhias sejam mais competitivas. 

Todas as decisões que envolvem um negócio são relevantes, por este motivo,  é melhor que sejam tomadas com base em informações para melhorar as operações e assim enfrentar os desafios atuais.

Está sem tempo de ler agora? Que tal ouvir o artigo? Experimente dar o play abaixo ou fazer o download para ouvir offline!

No artigo de hoje, vamos abordar alguns aspectos que devem ser considerados na hora de desenvolver o planejamento. Confira!

O que é um planejamento estratégico empresarial?

O planejamento estratégico empresarial é responsável por definir as metas e objetivos para o futuro de uma companhia. Como todo plano, precisa ser bem detalhado para que as etapas sejam executadas da melhor forma.

A relevância do planejamento está relacionada ao seu impacto no empreendimento e no processo de tomada de decisões.É, portanto, uma espécie de guia para todas as outras ações que a empresa executa.

Além disso, é importante frisar que essa etapa fornece orientações gerais para a gestão de toda a organização e, ao mesmo tempo consegue direcionar de forma específica os subsetores da organização, como:

  • livemarketing (ações de marketing que podem envolver diversos tipos de campanhas);
  • vendas;
  • recursos humanos;
  • entre outros. 

O que o planejamento faz é manter todas as ações pontuais alinhadas com os objetivos comuns.

Como formato, essas informações podem ser materializadas como um documento que busca ilustrar qual será a estratégia da companhia em um determinado período de tempo. Também é importante incluir quem são os responsáveis por setores e ações concretas: 

  • gerentes;
  • coordenadores de área;
  • diretores;
  • líderes;
  • entre outros.

O planejamento estratégico empresarial deve ser:

  • quantitativo e definir os números a atingir, 
  • qualitativo e indicar a forma como desenvolver as ações necessárias
  • por fim, precisa mostrar o tempo em que cada passo deve ser dado para que os objetivos sejam alcançados.

3 principais características do planejamento empresarial

Conheça os três principais elementos de um planejamento para empresas:

1. Objetivo

Um objetivo é definido por uma meta que a empresa deseja alcançar, contendo uma quantidade exata do que se deseja atingir e um tempo definido. Por exemplo:

  • atingir o dobro do faturamento nos próximos 12 meses;
  • aumentar a rentabilidade em Y% nos próximos 6 meses;
  • aumentar Z% a participação no mercado até dezembro do ano corrente.

Perceba que todas as opções acima contém uma meta mais específica e um período no qual ela deve ser atingida. Quando os objetivos são muito generalistas e pouco precisos não ajudam a estratégia.

2. Políticas

O termo faz referência à conduta da companhia e serve para orientar suas ações durante o tempo. Tem mais a ver com o comportamento e o funcionamento de algumas operações, por exemplo:

  • criar uma política de cobrança em 30 dias e a de pagamentos e reembolsos em 90 dias;
  • incorporar critérios como a necessidade de experiência prévia de “no mínimo dois anos” para contratar novos recursos humanos;
  • definir uma política de participação nos lucros para os funcionários da empresa.

Há vários parâmetros sobre os quais é possível definir a postura da empresa. Assim como:

  • a política financeira;
  • do atendimento ao cliente;
  • dos recursos humanos;
  • imagem corporativa;
  • divisão de dividendos;
  • entre outras.

3. Ações

Uma ação é um fato que depende diretamente da companhia, e que, geralmente, é executada para que seja possível atingir os objetivos determinados no planejamento, reforçar o respeito pelas políticas definidas ou materializar as estratégias globais da instituição. 

Confira algumas ações que podem contribuir com seu planejamento:

  • promover um evento para divulgar novos produtos;
  • lançar uma campanha de endomarketing (ação de live marketing), ou campanha de incentivo, com premiação aos aderentes à cultura da empresa, etc;
  • criar o manual de ética e cultura organizacional.

Dessa maneira, é possível classificar e organizar sua execução e entender como contribuem para um objetivo definido no planejamento estratégico, seja uma política da empresa ou uma ação pontual.

 

importância do planejamento estratégico empresarial

Como o objetivo pode ser alcançado pela empresa?

Todo planejamento estratégico requer a definição de, ao menos, um objetivo. 

Para classificar, poderíamos dividi-los de três maneiras: de acordo com sua natureza, forma e prazo. Ou seja:

  • a natureza faz menção à especificidade: gerais ou pontuais. 
  • a forma se refere à classificação com relação a quantidade ou a qualidade;
  • e o prazo indica em quanto tempo o mesmo deveria ser atingido, se em curto, médio ou longo prazo.

Uma boa forma de encarar a definição dos objetivos é usar a metodologia SMART. A sigla faz referência a:

  • S: Specific (Específico);
  • M: Measurable (Mensurável);
  • A: Attainable (Atingível);
  • R: Relevant (Relevante);
  • T: Time-Related (Com um tempo definido).

Confira mais detalhes sobre cada um deles abaixo. 

Especificidade

É muito importante definir objetivos que expressam exatamente o que a empresa busca. Quanto mais específico for, mais fácil será para a equipe compreender e, portanto, o processo de desenvolver estratégias para atingir o objetivo fica mais simples.

Métricas

Um objetivo pode ser medido quando definimos as variáveis que indicam se foram alcançados ou não. Um problema recorrente é a definição de metas sem que se precisem as quantidades e tempos relacionados.

Atingíveis

Esse item faz referência à factibilidade de um objetivo. Quando são inalcançáveis desestimulam as equipes e causam o efeito contrário ao esperado: não são realmente levados a sério e criam uma impressão de incapacidade.

Relevância

A relevância é fundamental para não dedicar tempo e esforços a metas que não tenham impacto real na hora de evoluir.

Temporalidade

Se definimos um objetivo, mas não indicamos o prazo para cumpri-lo, ele não tem sentido. Os prazos são importantes para que as equipes possam se planejar e orientar seus esforços adequadamente. 

Há aspectos que podem ser conquistados com mais ou menos tempo, portanto faça uma análise com base em dados, para estipular em quanto tempo a meta deverá ser atingida. 

Qual é a importância do planejamento estratégico em momentos de crise?

Como todos sabem, o mundo passou pelo baque da pandemia de Covid-19, que gerou:  

  • contração em diversos setores;
  • diminuição nos investimentos;
  • queda brusca nos lucros;
  • demissões;
  • entre outros fatores. 

Além da crise na saúde, a economia foi muito afetada.

No entanto, é exatamente em momentos de crise, quando é necessário procurar novas saídas e oportunidades, que algumas empresas mais crescem. 

Caso você ainda não tenha considerado a possibilidade, pode começar a elaborar um planejamento que prepare sua empresa para possíveis crises. Assim como criar programas de estímulo aos colaboradores, para aproximar a equipe e apostar na motivação de todos.

Quais são as necessidades dos colaboradores?

Quando os colaboradores estão felizes, trabalham melhor, rendem mais e são capazes de inovar, pois o ambiente de trabalho é propício e estimula a participação ativa nos problemas e soluções.

Para isso, uma empresa pode criar programas de incentivo, como eventos e viagens. Elas podem ser presenteadas a funcionários destacados e que tenham atingido suas metas em tempo recorde ou proposto alguma solução revolucionária.

Prêmios, eventos e viagens para gerar motivação na equipe

O departamento de Recursos Humanos pode desenvolver este tipo de iniciativa para avaliar a motivação dos funcionários e definir parâmetros claros para premiações ou mesmo contribuir para a programação de eventos corporativos. Ou seja, este tipo de estratégia requer tanto planejamento setorial quanto da empresa como um todo.

Os incentivos, no caso dos prêmios, devem ser planejados de acordo com três parâmetros: 

O ideal é que eles não fiquem restritos a um setor em particular e, sim, sejam capazes de abranger todos os colaboradores da empresa.

Quais são as tendências de planejamento e programas de incentivo?

Os eventos corporativos são uma excelente oportunidade para que as companhias melhorem seus relacionamentos com os clientes, colaboradores, parceiros e todos os que, de uma forma direta ou indireta, participem da construção de sua realidade empresarial.

Por exemplo, na Copastur, todo o processo de trabalho é pensado para entregar experiências únicas neste tipo de iniciativa.

No caso dos programas de incentivo, em primeiro lugar, define-se o objetivo do plano, posteriormente o propósito é estabelecido para logo entrar na escolha da premiação e, enfim, avaliar a qualidade do serviço prestado. A ideia é surpreender, superar expectativas e oferecer momentos únicos para os beneficiados.

Demandas do público-alvo

É essencial encarar a identificação das demandas do público como uma tarefa que vai orientar todo o planejamento estratégico da empresa.

Basicamente, um gestor tem que entender em quais produtos deve focar seus esforços para satisfazer as expectativas do público e definir as estratégias do seu negócio. 

É possível entender as necessidades de cada um a partir da análise do perfil dos funcionários, clientes ou outros envolvidos que tenham lugar nas iniciativas de eventos, programas de prêmios, atendimento ao cliente, etc.

Viabilidade do plano de ação

O plano de ação é um dos melhores recursos para começar a executar tudo que foi definido pelo planejamento estratégico. Ele é usado para que as tarefas necessárias sejam executadas e nada fique de fora, seja considerar a criação de atas de reunião ou mesmo definir os requerimentos de um projeto em particular.

Esse plano permite que possamos dar um seguimento ponto a ponto e acompanhar o desenvolvimento como um todo. Assim, sabe-se o que já foi resolvido e quais são as pendências que precisam ser sanadas. De uma forma geral, o plano deve incluir as seguintes informações:

  • objetivos gerais;
  • lista de atividades necessárias;
  • prazos de execução de cada atividade;
  • orçamento necessário;
  • responsável por cada atividade;
  • objetivos específicos de cada etapa, atividade ou ação;
  • riscos potenciais.

Esse método permite que muitos aspectos sejam decididos antes do início de cada atividade, o que permite ter um maior índice de resolução e ainda contribui para evitar inconvenientes. Principalmente no momento de buscar soluções a curto prazo, o plano de ação marca a diferença no processo.

Agora que já entendeu bem a importância do planejamento estratégico, continue lendo outros conteúdos da Copastur para aprender sobre como elaborar uma política de incentivo eficiente!

tecnologia saving ebook

SUA EMPRESA TAMBÉM PRECISA DE UMA GESTÃO INTELIGENTE DE VIAGENS?

Entre em contato para contratar nossos serviços

Fale Conosco
We are using cookies to give you the best experience. You can find out more about which cookies we are using or switch them off in privacy settings.
AcceptPrivacy Settings

GDPR

  • teste

teste