O Evento Valeu a Pena? Como Fazer o Cálculo de Retorno de Investimento

Copastur bannerPowered by Rock Convert

A maneira mais efetiva de você saber se o evento realmente valeu a pena é fazer o cálculo de retorno de investimento. Assim, será possível mensurar os resultados da ação realizada e, claro, compará-los com o que foi investido para ter noção do aproveitamento do budget.

Quer entender como fazer isso, qual fórmula aplicar e as melhores práticas para obter um resultado correto? Confira este artigo!

Como fazer o cálculo de retorno de investimento?

Para que o cálculo de retorno de investimento seja preciso, é necessário considerar todos os valores investidos no evento, sem exceções (mesmo os gastos que possam ter saído do budget). Nesse sentido, uma agência de gestão de eventos corporativos pode auxiliar muito.

Isso porque, com a expertise da equipe, ela fará a análise de todos os custos e buscará oferecer o melhor para você em termos de relatório, expondo-os de maneira muito mais clara e concisa.

Em outro ponto, a pesquisa de mercado pode auxiliar em uma melhor adequação de valores, permitindo, por exemplo, unir mais de uma necessidade em um único fornecedor, otimizando a organização das despesas e reduzindo erros na produção do evento.

Fórmula de cálculo

O retorno é calculado utilizando a seguinte fórmula:

(Receita obtida – total investido / total investido) x 100.

Exemplo: suponha que você investiu R$ 30 mil em um evento e obteve R$ 42 mil de receita. a conta seria:

(R$ 42 mil – R$ 30 mil / R$ 30 mil) x 100 = 40%

Como saber se o retorno foi bom?

Ao fazer o cálculo de retorno de investimento, o primeiro sinal que indica um bom resultado é que esse seja um número positivo, claro. Entretanto, não há como apontar o que seria o melhor cenário, já que isso depende de muitas questões.

Uma das mais impactantes é o objetivo do evento. Afinal, sua empresa promoveu a ação para que fim? Nem sempre é o de lucrar, e pode ser, na verdade, para obter clientes que trarão lucro a longo prazo, reforçar a identidade de marca, promover o lado empresarial internamente, entre outros. Nesse caso, nem sempre o ROI será tão alto, mas ainda assim há um retorno positivo.

Por isso que não se pode deixar de lado os retornos intangíveis!

Entende-se por intangíveis aqueles resultados que não são exatamente numéricos e não podem ser mensurados por cálculos. Alguns dos mais comuns são:

  • branding — eventos que reforcem o posicionamento ou identidade da marca, aumentando a confiança do cliente e estimulando possíveis mudanças internas no mindset ou cultura organizacional;
  • networking — fechar parcerias que possam se tornar lucrativas no futuro;
  • oportunidades não imediatas — gerar o desejo nos visitantes e permitir que se tornem potenciais clientes em curto ou médio prazo;
  • satisfação dos colaboradores — eventos que têm como objetivo melhorar a relação entre funcionário e empresa são comuns, e trazem muitos ganhos para o negócio, principalmente em produtividade e retenção. Esse dado pode ser medido por meio de uma NPS ou questionários criadas na empresa.

 

Quer saber mais? Confira o blog da Copastur!

SUA EMPRESA TAMBÉM PRECISA DE UMA GESTÃO INTELIGENTE DE VIAGENS?

Entre em contato para contratar nossos serviços

Fale Conosco
We are using cookies to give you the best experience. You can find out more about which cookies we are using or switch them off in privacy settings.
AcceptPrivacy Settings

GDPR

  • teste

teste