Aprenda como elaborar um código de conduta organizacional

Copastur bannerPowered by Rock Convert

As empresas jamais estiveram tão expostas: além dos mecanismos informacionais possibilitados pelo universo digital, as pessoas começaram a cobrar cada vez mais das empresas que as cercam, encontrando nelas um apoio para as pautas vigentes. Uma organização que se abstém da discussão sobre o assédio em ambiente de trabalho, por exemplo, logo tem a sua imagem discutida.

Quando as organizações guiam-se por posturas orientadas por valores morais e éticos, elas se tornam mais produtivas e estimulantes.

Além disso, os colaboradores atentos às boas práticas se sobressaem, criando um sistema justo. Ter um código de conduta coerente com a missão e os valores da organização nunca foi tão importante.

Quer entender como formular um código de conduta organizacional? Acompanhe as nossas dicas e entenda por que a sua empresa já não pode dispensá-lo!

O que é um código de conduta?

A ética pode ser entendida como uma reunião de princípios baseados em valores individuais e coletivos e que conduzem o comportamento humano. Ela não depende de sanções para ser exercida, indo além do Direito e da moral.

Ela passou a ser discutida dentro do ambiente empresarial graças à preocupação crescente com a satisfação dos colaboradores e com o entendimento de que a comunidade se atém à conduta das empresas em todas as relações que ela mantém.

EBOOK Política de Viagens de Incentivo Guia Completo Para Definição das RegrasPowered by Rock Convert

Dentro das organizações empresariais, o código de conduta, ou código de ética, define padrões de comportamento e maneiras de atuação para os colaboradores entenderem como agir dentro e fora do ambiente de trabalho.

Esse código de conduta tira quaisquer dúvidas que seus funcionários possam ter em relação à ética empresarial. Por isso, é essencial que, na admissão de um novo colaboradores, o departamento de recursos humanos se encarregue de apresentar as normas e enfatizar a relevância delas.

É preciso ir além de “palavras bonitas”

Vale lembrar que esse código não deve apenas para ser um conjunto de palavras bonitas para decorar a sessão institucional do site de sua empresa.

Ele não deve ser uma “lista de desejos” que desconsidere a essência da companhia. O código deve ser encarado como parte da cultura organizacional, sendo incorporado em cada uma das atitudes e processos que compõem o seu empreendimento.

Portanto, um código de conduta não existe sem a coerência.

Como elaborar um código de conduta organizacional?

Embora não haja um código de conduta que valha para todas as organizações, alguns passos são fundamentais para implantar um conjunto de normas coerentes com os valores de sua empresa. Acompanhe a seguir!

Crie um comitê

Em geral, os códigos de conduta são definidos e determinados por membros da alta administração. As empresas podem optar por criar um comitê exclusivo para ele ou especificá-lo durante um planejamento estratégico.

Garanta que o dirigente sênior da empresa esteja presente, bem como membros do departamento jurídico, dos recursos humanos e dos setores mais importantes da empresa.

É fundamental que esses membros estejam comprometidos com a avaliação contínua do código, bem como dispostos a tomar as devidas providências em casos de desvio de conduta entre os colaboradores e dirigentes.

Apresente o conteúdo

O código de conduta empresarial não deve permitir duplos sentidos. Portanto, a apresentação dele deve ser clara, direta e objetiva, permitindo fácil entendimento de todos da empresa.

Procure utilizar frases curtas e garanta a revisão de um advogado para avaliar a legalidade do conteúdo, caso o comitê não conte com um.

Garanta normas para todas as interlocuções possíveis

O código de conduta não deve se restringir ao ambiente de trabalho ou aos colaboradores. É preciso que ele contemple acionistas, clientes e dirigentes.

Portanto, ao elaborá-lo, garanta que o texto contemple interlocuções entre superiores, funcionários, clientes, fornecedores, concorrentes, acionistas, candidatos a vagas, comunidade, órgãos governamentais, imprensa, meio ambiente e agentes de fiscalização.

Todas as relações devem ser especificadas e normatizadas. Afinal, todas elas têm o seu papel no cumprimento das atividades da empresa.

Discuta

É muito importante que as relações sejam discutidas entre os participantes do comitê de elaboração do código de conduta. Um profissional ou uma empresa de consultoria podem mediar as reuniões de debate, acelerando e direcionando as conversas de acordo com a estratégia da organização.

Como divulgar o código de conduta?

Após a produção do código de conduta, sua empresa deve se encarregar de apresentá-lo aos colaboradores e à comunidade que a circunda. A melhor forma de divulgação varia de acordo com o perfil da organização.

Em algumas empresas, utiliza-se murais. Em outras, a intranet é o meio mais eficaz, embora ela só alcance o público interno da organização. Observe como ocorrem os fluxos de comunicação em sua companhia e estabeleça ações a partir disso.

Assegure-se ainda de que seus colaboradores receberam e leram o documento. Um botão na intranet ou no e-mail pode certificá-lo disso.

Quais são os benefícios de criar um código de conduta na empresa?

Sua empresa só tem a ganhar! Veja a seguir.

Respeito mútuo

O estímulo à ética no ambiente de trabalho encoraja um relacionamento mais saudável entre as equipes e incentiva o respeito mútuo e a transparência, o que inevitavelmente se reflete na reputação da empresa.

Seriedade para a imagem da companhia

É inegável que um código de conduta bem definido entre os interlocutores ajuda a transmitir seriedade e responsabilidade em todo o ecossistema da empresa, atraindo parceiros e investidores. Afinal, estamos na sociedade da imagem: não basta fazer um bom trabalho; é preciso que esse bom trabalho apareça.

Segurança dos colaboradores e amparo para sanções

A segurança institucional também é um fator de peso para a elaboração de um código de conduta. Os colaboradores que seguem seus preceitos ganham amparo ético, o que é extremamente importante nas relações externas da empresa. Para as companhias que expandem suas fronteiras em eventos e viagens, este é um item imprescindível.

Esse código de conduta permite ainda que sua empresa acompanhe, avalie e faça a punição devida aos eventuais desvios. Embora esse não deva ser o objetivo, é preciso que eles estejam em mente na formulação do código.

Sua empresa passa a ter autorização para tomar medidas drásticas com os colaboradores que não se enquadram nas regras estabelecidas.

Com um comitê de ética bem-estruturado, as denúncias podem ser avaliadas de maneira criteriosa e em sigilo. As punições, já previstas, educam e conscientizam os colaboradores.

É fundamental que esse comitê seja constantemente renovado, sendo composto por pessoas com caráter reconhecidamente bom e boa reputação.

Vale ressaltar que a conduta ética durante a jornada de trabalho é tão importante quanto as habilidades técnicas do funcionário.

Cada colaborador de sua empresa deve ser capacitado para encarnar os valores de sua empresa onde quer que esteja, por meio da imagem e das atitudes que apresentar.

E você, tem alguma dúvida sobre o código de conduta e como conduzi-lo no ambiente de trabalho e em eventos ou viagens corporativas? Deixe o seu comentário! A sua dúvida pode virar pauta aqui no blog!

SUA EMPRESA TAMBÉM PRECISA DE UMA GESTÃO INTELIGENTE DE VIAGENS?

Entre em contato para contratar nossos serviços

Fale Conosco
We are using cookies to give you the best experience. You can find out more about which cookies we are using or switch them off in privacy settings.
AcceptPrivacy Settings

GDPR

  • teste

teste