5 dicas para atrair investidores para sua empresa

Copastur bannerPowered by Rock Convert

Especialmente em momentos estratégicos do negócio, como no início de suas operações ou em um ciclo de investimentos, atrair investidores surge como necessidade.

O detalhe é que essa captação de parceiros para o negócio costuma ser um desafio para as empresas. E isso vale para negócios de todos os portes, sejam eles novos players no mercado ou organizações já estabelecidas.

O que você tem que entender desde já é que os investidores só se dispõem a colocar a mão no bolso quando enxergam claramente uma oportunidade de ganho, ao mesmo tempo em que veem que os riscos são pequenos.

Diante de tudo isso, como convencer um investidor de que sua empresa é confiável e de que a injeção de capital nela trará frutos para todos? Pois continue lendo para descobrir!

1. Tenha um plano de negócios

Basicamente, o plano de negócios é um documento que descreve todas as informações relevantes para a operação de uma empresa. Esse plano contém desde os dados dos sócios e o endereço da organização até a listagem do mix de produtos oferecido, o perfil do público-alvo e uma leitura de contexto de mercado.

Para atrair investidores você precisa apresentar informações relevantes sobre sua empresa. Por meio do plano de negócios, portanto, o parceiro é capaz de fazer uma leitura das características da empresa, avaliando seu potencial de crescimento e até os desafios que ela deverá enfrentar.

Em geral, esse plano é elaborado antes mesmo de a empresa começar a funcionar, o que pode ser muito útil para a captação inicial de investimentos. Mas o documento também deve ser elaborado sempre que houver uma mudança no direcionamento do negócio, como alterações de status ou ao se iniciar um novo ciclo de investimentos.

Lembre-se de ter tanto uma versão completa como outras versões, mais compactas. Essas espécies de resumos podem ser enviados por e-mail ou apresentados pessoalmente com mais agilidade, o que, dependendo do contexto, pode contar pontos a favor da sua empresa.

2. Elabore também um plano de investimentos

Tão importante quanto dar ao investidor uma visão ampla da sua empresa é mostrar por que exatamente você está correndo atrás de capital. É preciso, assim, elaborar um plano de investimentos claro, que mostre quais setores ou processos terão seu orçamento melhorado graças à entrada de capital.

É importante que o plano de investimentos não seja uma mera carta de intenções, mas sim um relatório objetivo, mostrando por que tal aporte é necessário, como ele será aplicado e qual o retorno esperado.

Também nesse momento, é preciso se apoiar firmemente em dados. Então não economize em usar índices confiáveis para transmitir uma perspectiva realista para os potenciais investidores. Que tal lançar mão do Return on Investiment (ROI)? Também é importante justificar a necessidade de aportes com pesquisas anteriores, seja sobre o setor em que você atua ou mesmo trazendo informações de concorrentes.

Se você quer o aporte para comprar um novo maquinário, por exemplo, coloque na ponta do lápis quanto tal aquisição vai gerar de economia, quantifique o potencial de aumento de produtividade e mostre como a compra se encaixa em uma política de investimentos qualificados.

3. Monitore os resultados

A essa altura, você entregou uma série de documentos para seu potencial investidor, mostrando que, ao fechar a parceria, ele estará apostando em uma empresa confiável, que tem uma visão estratégica sobre o uso dos aportes. Até aí tudo bem. No entanto, nada disso terá valor se você não for capaz de tirar os planos do papel.

A gestão de projetos empresariais já implica em monitoria constante do negócio, controle que sempre deve ser baseado em números reais. Mais uma vez, o uso de índices de performance é indispensável, principalmente quando considerarmos que essas métricas formam a base para novos planos de negócios e de investimentos.

Não custa lembrar que uma gestão fundamentada em dados não só é requisito para o sucesso empresarial como é indispensável na hora de captar investidores. Afinal, os números são a principal base sobre a qual um parceiro tomará sua decisão de realizar ou não um aporte financeiro.

4. Cuide da imagem corporativa

Terminamos o último tópico salientando que, como bem diz a famosa máxima, contra números não há argumentos. Mas atenção: existem outros fatores menos exatos que podem sim levar um investidor a apostar ou não sua empresa. O principal deles é a imagem corporativa.

Nesse sentido, o primeiro passo é simples: evite problemas. Afinal, empresas com reputação pouco sólida têm dificuldades para convencer investidores. Lembre-se ainda de que vários fatores pesam na imagem, como a condição de trabalho da equipe, o uso de processos dentro da devida legalidade e o compromisso com a sustentabilidade e a responsabilidade social.

É claro que uma boa imagem também pode impulsionar novos investimentos estratégicos. Você pode, por exemplo, desenvolver um procedimento que diminua os gastos com água na fabricação de seus produtos e encontrar um investidor interessado em iniciativas eco-friendly.

O peso da marca também impacta a captação de investidores. Por isso é que empresas conhecidas no mercado costumam encontrar mais facilidade para atrair parceiros. No entanto, negócios ainda no início de suas operações podem ser especialmente atrativos quando apresentam alto potencial de crescimento, com grandes chances de gerar retornos expressivos mesmo após investimentos iniciais relativamente baixos.

Por fim, não se esqueça de cuidar da apresentação do negócio. Isso porque, na prática, você nem sempre terá tempo ou mesmo a chance de mostrar seus planos de negócios e de investimentos. Assim, ter um pitch preparado para apresentações rápidas, que condense os pontos mais importantes do investimento, pode ser uma boa estratégia para atrair a atenção de parceiros.

5. Crie uma rede de parceiros

Não dá para negar que aportes financeiros são sempre muito bem-vindos. Mas sabia que outras empresas e profissionais podem apoiar seu negócio sem necessariamente colocar a mão no bolso? Aliás, isso pode fazer toda a diferença.

O ideal é que sua empresa seja capaz de atrair parceiros que possam dar o apoio necessário, impulsionando os resultados de ambas as partes. Procure também participar de eventos setoriais e trocar conhecimento com pessoas que atuem no mesmo mercado ou em áreas similares à sua. Daí podem surgir oportunidades de treinamento em conjunto ou compartilhamento de esforços de investimentos — como uma campanha unificada de marketing.

Como você viu, atrair investidores é sim um desafio, mas tudo fica mais simples se a empresa está em ordem! Você pode começar aprendendo a cuidar dos gastos, que tal? Para isso, aproveite para conferir 7 das melhores práticas para reduzir custos corporativos!

SUA EMPRESA TAMBÉM PRECISA DE UMA GESTÃO INTELIGENTE DE VIAGENS?

Entre em contato para contratar nossos serviços

Fale Conosco
We are using cookies to give you the best experience. You can find out more about which cookies we are using or switch them off in privacy settings.
AcceptPrivacy Settings

GDPR

  • teste

teste