Gestão transparente: entenda a importância e coloque já em prática

Copastur bannerPowered by Rock Convert

Está sem tempo de ler agora? Que tal ouvir o artigo? Experimente dar o play abaixo ou fazer o download para ouvir offline!

Conhece aquele gestor que não gosta de ser questionado, que retém informações e acredita que não se deve falar abertamente sobre números, estratégias e contratos com sua equipe? Você certamente já lidou com alguém assim. Saiba que esse perfil está, cada vez mais, dando lugar a uma gestão transparente. E essa troca tem trazido muito sucesso para as organizações.

Toda relação é baseada em confiança mútua. No âmbito corporativo não é diferente. Um gestor que não é aberto com seus funcionários favorece um clima negativo, em que todos desconfiam uns dos outros, e ninguém tem clareza sobre as situações que vivenciam e o papel de cada um.

Entenda mais sobre o assunto e saiba como colocar em prática a gestão transparente, lendo o artigo de hoje!

Por que optar pela gestão transparente?

O antigo modelo de gestão, baseado na obediência e exigindo lealdade e comprometimento sem dar nada em troca além do salário, não é mais cabível nos dias de hoje. A sociedade, como organismo vivo, está cada vez mais exigente, incluindo o aspecto profissional.

Hoje, são valorizados os times em que o gestor está presente, junto com sua equipe, dividindo o mesmo ambiente. Pode parecer algo simples, mas são atitudes assim que demonstram parceria no dia a dia. A transparência é a base da confiança, sem ela não há comprometimento, engajamento, esforço em equipe.

Além disso, um time cresce muito mais quando trabalha em compasso do que quando compete internamente, com um membro boicotando outro para obter resultado melhor. Já uma gestão transparente, ao contrário, favorece o clima de colaboração, fortalecendo as relações humanas.

Quais os benefícios de uma gestão transparente?

A transparência traz clareza, coerência e credibilidade. Esses são requisitos essenciais para conquistar o colaborador que tem mente empreendedora e trata o negócio como se fosse seu. Muitas empresas querem exatamente isso, mas não se dispõem a abrir-se como organismos para esse profissional.

Não há mais espaço para empresas que mantêm as informações inacessíveis. A percepção de valor próprio mudou: o colaborador sabe o que pode trazer de bom para a empresa, mas espera que ela deposite confiança nele. Assim, reconhecimento, transparência, ética e possibilidade de crescimento andam juntos.

Em contrapartida, a empresa também ganha com a gestão transparente. Veja alguns pontos positivos!

Democratização da distribuição de informação

Quando a informação é descentralizada, as boas ideias podem vir de onde menos se espera. Assim, as melhores soluções não dependem apenas do gestor, mas todo o time pode colaborar com a qualidade e a evolução contínua.

Além disso, a empresa como um todo não depende de um número restrito de colaboradores para manter e otimizar suas atividades. Se todos têm um nível equiparado de conhecimento e informação, um colaborador ausente pode ser substituído temporariamente por outro, minimizando prejuízos.

Reforço da confiança da equipe em seus gestores

Sabia que muitos colaboradores não expõem suas ideias e iniciativas por falta de confiança nos seus gestores? O receio de que o reconhecimento seja tomado deles acaba fazendo com que limitem sua criatividade e colaboração. De que adianta fazer algo incrível se outra pessoa vai receber o crédito?

Uma gestão transparente reconhece tanto o valor do time como a participação individual de cada membro. Nela, o colaborador confia em seu gestor e, por isso, dá o melhor de si. E, por outro lado, o gestor também se dispõe a ouvir o time, inclusive seus contrapontos, pois sabe que toda informação visa o benefício da instituição.

Além disso, é muito difícil que um funcionário cumpra seu papel como a empresa espera sem que ele tenha uma motivação autêntica. Não é possível motivar alguém sem transparência. O caminho, portanto, é dividir:

  • estratégias;
  • dúvidas;
  • situação financeira;
  • dificuldades;
  • vitórias.

Maior poder de retenção de talentos

A democracia e a confiança são elementos de coesão de pessoas. Você só consegue reter seus maiores talentos se investir em honestidade, transparência e, sobretudo, na participação deles nos rumos da empresa.

Assim, quando as equipes fazem parte das avaliações periódicas de resultado e do planejamento financeiro, é trabalhada nelas a sensação de pertencimento. Isso porque elas se sentem responsáveis pelos resultados e vão fazer de tudo para que eles sejam positivos.

Os funcionários mais capacitados esperam nada menos que o reconhecimento de sua importância. Eles só vão permanecer em empresas nas quais tenham autonomia, participação nos resultados e possibilidade de crescimento.

Melhoria do controle de gastos

Quando as contas (e seu peso nos resultados) são tratadas em aberto, fica fácil ver eventuais pontos de desvio e de melhoria. Um colaborador que sabe que seus gastos corporativos estão abertos aos demais tem mais cuidado: ele é mais criterioso e usa de parcimônia na hora de utilizar os recursos que estão à sua disposição.

Você sabe que a rentabilidade de um funcionário também é a diferença entre o que ele produz e o que gasta. Assim, quanto menos for utilizado, mais eficiente ele é considerado. Isso traz uma competição positiva: antes de gastar, cada membro do time observa o status dos demais, tomando-os como parâmetros para perceber se está consumindo muito ou não.

Além disso, se existe transparência no controle de gastos, os colaboradores têm a segurança de saber que estão sendo tratados com isonomia.

Como colocar a gestão transparente em prática?

O papel do líder não é atuar sobre seus colaboradores como se estivesse no topo de uma pirâmide. O seu dever, na verdade, é estar na base, dando suporte e incentivando sua equipe. Isso significa garantir que cada um se engaje o máximo possível, evolua como profissional e aproveite todo seu potencial. Quanto mais competência ele tiver nessa demanda, mais a sua empresa cresce.

Nesse contexto, a gestão transparente favorece o sucesso. Os cargos dão lugar às funções, que precisam ser exercidas com plenitude. Aqui, a transparência pauta as relações — que são horizontais — tornando-as mais saudáveis.

Priorize a comunicação

Para sair do discurso de que “é preciso ser transparente” e partir para a prática, as ferramentas de comunicação são as principais aliadas. Isso envolve utilizar vários canais para se aproximar dos funcionários, tais como:

  • vídeos institucionais;
  • jornal ou periódico;
  • folders e cartazes;
  • manual do colaborador;
  • palestras institucionais;
  • intranet;
  • canais de acesso direto à alta gestão.
EBOOK Employer Branding Tudo Que Você Precisa SaberPowered by Rock Convert

Aposte em uma política de cargos e salários clara e bem definida e realize reuniões periódicas de avaliação de desempenho. Nesses momentos, cabe falar sobre pontos importantes como:

  • missão, visão e valores da empresa;
  • projetos nas quais está envolvida;
  • fatos comuns do dia a dia;
  • informações mercadológicas sobre ramo de atuação do negócio.

Inclua os funcionários na gestão

Falamos reiteradamente sobre reuniões de desempenho, planejamento financeiro, estratégico e apresentação de resultados como formas de dividir a gestão com o colaborador. Essas são formas de incluí-los na gestão — algo fundamental para a prática da transparência.

Não esqueça de tratá-los de igual para igual, delegando-lhes a responsabilidade de serem gestores de seus próprios resultados. Isso inclui também coisas simples, como respeitar a pontualidade. Se você marcou uma reunião, cumpra com a agenda, sendo pontual quanto ao horário de início e fim.

Retiradas as patentes, o que vale é a autoridade, e ela é conquistada com exemplos de conduta. Um gestor competente induz seu time a manter o nível de excelência.

Reduza a burocracia

Por último — e não menos importante — busque formas de reduzir a burocracia. Sem abrir mão da segurança e da compliance, torne as tarefas mais práticas. Isso deixa a gestão mais fácil e dá clareza aos resultados.

O próprio colaborador pode acompanhar seus gastos, suas metas e questionar possíveis equívocos no levantamento. Se esses resultados vierem de relatórios de despesas muito burocráticos, eles sentirão que não há transparência e não confiarão na empresa.

A gestão transparente é uma das melhores formas de engajar seu time, fazendo dele o diferencial competitivo da sua empresa e também sua força em momentos de dificuldade.

Se quer saber mais sobre como sair de momentos de crise com boas práticas de gestão, baixe um e-book gratuito e completo sobre o tema agora mesmo!


SUA EMPRESA TAMBÉM PRECISA DE UMA GESTÃO INTELIGENTE DE VIAGENS?

Entre em contato para contratar nossos serviços

Fale Conosco
We are using cookies to give you the best experience. You can find out more about which cookies we are using or switch them off in privacy settings.
AcceptPrivacy Settings

GDPR

  • teste

teste