Entenda o que é IOF e qual seu impacto nas viagens corporativas

O Brasil é conhecido pelo grande número de impostos. Por isso, especialmente no caso de quem faz gestão de viagens há pouco tempo, é comum não saber muito bem quais são todos os impostos, para que servem e quando pagá-los. O IOF — Imposto sobre Operações Financeiras é um dos que geram mais dúvidas entre gestores do segmento de viagens corporativas, especialmente aqueles que lidam com destinos internacionais.

Quer saber o que é IOF, quais são suas principais taxas e como ele pode interferir nas viagens de seus colaboradores? Continue acompanhando o post que preparamos!

O que é IOF e como ele funciona?

O IOF é a sigla para Imposto sobre Operações Financeiras. Entre as operações contempladas, estão as de crédito, seguros e câmbio. No cartão de crédito, ele só aparece quando o cliente realiza algum tipo de atividade que seja classificada como “operação financeira”. Ele também é incluído em toda e qualquer operação titular e de valores imobiliários, como fundo imobiliário ou bolsas de valores.

Como um imposto federal, ele tem o intuito de regular a economia nacional. O IOF foi criado em 1988, com a intenção de regular o mercado financeiro, e implementado em 1994, quando era comum fazer aplicações e sacá-las pouco tempo depois. Ele não tem o objetivo de arrecadar recursos, e sim de incentivar ou desestimular atividades. Seu percentual pode ser modificado a qualquer momento via decreto, sem que precise passar pelo Congresso Nacional, pelo presidente e pelo poder Executivo. Isso facilita o controle das transações pelo governo.

O IOF incide sobre compras internacionais com cartões, câmbios, rotativo do cartão de crédito, cheque especial, empréstimos e financiamentos, seguros e investimentos. Vale lembrar que nem todos os créditos têm IOF. Quando você escolhe opções de pagamento sem juros ou cartões de loja, por exemplo, o imposto não é cobrado.

Quais são as principais taxas do IOF

Há uma série de serviços para pessoas físicas que arcam com o IOF e uma alíquota extra. As taxas abaixo foram confirmadas junto ao site do Serasa até a data de fechamento deste post.

Compras internacionais com cartões

Quando adquirimos uma moeda estrangeira ou produtos e serviços de outros países, usando o cartão internacional (de crédito ou pré-pagos internacionais) ou a moeda física, o IOF incide sobre 6,38% do valor. A regra também vale para compras feitas no Brasil em sites estrangeiros.

Câmbios

Compras ou vendas de moedas estrangeiras em espécie estão sujeitas à cobrança de 1,1% de IOF.

Cheque especial

Caso seus colaboradores usem o limite do cheque especial do banco por alguma emergência, há também uma cobrança de IOF, seguindo as mesmas regras e alíquotas do rotativo do cartão. Ou seja, o IOF representa 0,38% sobre o valor e soma-se aos 0,0082% que são cobrados ao dia, até que o valor seja quitado.

Rotativo do cartão de crédito

Aqueles que entram no rotativo do cartão de crédito pagam IOF, além dos juros. A taxa é de 0,38% sobre o valor atrasado para a alíquota fixa. A alíquota que depende dos dias de atraso é de 0,0082% ao dia, até que a conta seja paga. Quando o cartão de crédito é pago em dia, não há cobrança.

Seguros

O IOF varia de acordo com o tipo de seguro. Os de pessoas, por exemplo, como o seguro de vida, têm uma cobrança de 0,38%. Já os seguros de bens, pagam até 7,38%. Há seguros que precisam arcar com até 25% de IOF.

Outras taxas que também arcam com o IOF são:

  • títulos e fundos imobiliários — nesse caso, a taxa de IOF é de 1,5% ao dia.
  • investimentos — o imposto sobre operações financeiras pode ir de zero a 96% dos rendimentos.

Quais são os impactos do IOF nas viagens corporativas?

Quem usa cartão de crédito no exterior, seja para saques, compras online ou presenciais, paga impostos ao governo para contribuir com a operação de câmbio envolvida no processo. O IOF pode aumentar em mais de 6% os gastos com cartão fora do país. Ou seja, quando o colaborador faz uma compra no exterior, é preciso que ele calcule, em reais, quanto a aquisição vai custar, considerando a variação cambial e a aplicação do IOF sobre o valor. Dessa maneira, uma compra feita em outro país e que seja equivalente a R$100,00 será cobrada no cartão pelo valor de R$106,38.

Por isso, para evitar surpresas no orçamento das suas viagens corporativas, é preciso incluir o IOF na hora de planejar os gastos de viagem.

Cartão de crédito ou dinheiro vivo?

Depende das suas prioridades. Para evitar maiores gastos com o IOF, algumas pessoas compram dinheiro vivo para a viagem pois, nesse caso, o IOF é menor — 1,1% de imposto sobre o valor em reais, o que também depende da taxa de câmbio. Para a compra de dinheiro estrangeiro em espécie no Brasil, a taxa é de 0,38%. Dessa forma, trocar o dinheiro no Brasil passou a ser a forma mais simples e acessível de custear uma viagem no exterior.

Contudo, dependendo do destino, pode ser arriscado carregar dinheiro vivo. Além disso, caso o colaborador não fale o idioma com fluência, pode se atrapalhar com as contas. A fatura do cartão de crédito também facilita a elaboração de relatórios financeiros, uma tarefa que não é possível realizar com dinheiro vivo. Ou seja, o colaborador e a empresa perdem nos quesitos segurança e praticidade.

Em muitos casos, vale mais a pena usar o cartão de crédito corporativo e arcar com as taxas maiores de IOF. Afinal, dependendo dos pontos, milhas e vantagens, você consegue equilibrar seus gastos e proporcionar uma experiência melhor para seus colaboradores.

A melhor maneira de lidar com o IOF em viagens corporativas sem que o orçamento seja prejudicado é se planejar. Lembramos também que esse planejamento precisa levar em consideração a variação cambial, a comodidade e a segurança dos colaboradores. Afinal, boas experiências em viagens corporativas também colaboram com o fortalecimento de sua marca e com o sucesso dos negócios.

Agora que você já sabe o que é IOF, está na hora de receber outras dicas úteis para a sua gestão de viagens corporativas. Assine a nossa newsletter e acompanhe as novidades aqui do blog. Estamos sempre preparando conteúdos exclusivos para aprimorar seus resultados!

SUA EMPRESA TAMBÉM PRECISA DE UMA GESTÃO INTELIGENTE DE VIAGENS?

Entre em contato para contratar nossos serviços

Fale Conosco
We are using cookies to give you the best experience. You can find out more about which cookies we are using or switch them off in privacy settings.
AcceptPrivacy Settings

GDPR

  • teste

teste