Projetos Offshore — Como o Setor Opera no País em Tempos de Crise?

Copastur bannerPowered by Rock Convert

Os projetos offshore não foram severamente afetados pela pandemia da Covid-19. Entretanto, assim como os outros setores da economia, ocorreram algumas mudanças em sua atuação mundo afora, e no Brasil não foi diferente.

Neste artigo falaremos um pouco sobre como o offshore está funcionando em território nacional. Confira e entenda os detalhes!

Como estão os projetos offshore no Brasil?

Os projetos offshore, em resposta à crise, passaram a operar de maneiras distintas no Brasil. Veja:

Novas contratações e medidas de higiene

Existem as empresas que seguem trabalhando normalmente, com as devidas adaptações de segurança e higiene. Inclusive, mais de 300 vagas no mercado de óleo e gás foram anunciadas em meio à pandemia, para contratação imediata.

Além disso, os projetos offshore que decidiram continuar a operação solicitaram, em massa, a inspeção remota de equipamentos e plataformas. Segundo um provedor desse tipo de serviço, a demanda chegou a aumentar 900%.

A vantagem dessa inspeção é que ela é feita por meio de câmeras, sem a necessidade de profissionais in loco. Somente com os trabalhadores da plataforma e o vídeo, é possível executar as tarefas com total eficiência.

Mudança de regras para desativação

Durante um boom de petróleo e gás — com uma das maiores produções dos últimos anos registrada pela Petrobras — o Brasil se viu obrigado a reduzir a produção para evitar uma oferta que supere a demanda, o que poderia gerar grandes prejuízos.

Nesse cenário, também, como resposta à desaceleração causada pela pandemia, a ANP emitiu novas regras para desativar campos maduros de óleo e gás. Isso conclui medidas iniciadas em 2016, e deve ajudar também a transferir campos mais antigos para novos projetos offshore.

O que planejar para o pós-crise?

É inquestionável que após a crise muito irá mudar em todos os setores da economia. Entretanto, não podemos esquecer que uma das bases dos projetos offshore são as viagens — um dos setores mais afetados pela pandemia.

Por isso, os planejamentos para o período que segue devem envolver novas iniciativas que ampliem o saving e auxiliem nesse sentido.

O ideal é construir uma nova política de viagens, que leve em conta os principais pontos relacionados à segurança do viajante (distanciamento, equipamentos individuais de proteção, higiene) e priorize a avaliação dos destinos em termos de risco.

Para auxiliar, a Copastur criou uma lista com todos os protocolos de segurança para esse momento. Lá, é possível encontrar os detalhes divididos por segmentos e empresas. Assim, terá boas ideias para melhorar a sua política de viagens e orientar os viajantes!

Outro detalhe crucial são os exames médicos, obrigatórios para quem irá trabalhar embarcado. Eles, agora, precisam ser feitos com mais especificidades ainda, para garantir que não haja uma contaminação pelo vírus durante o trabalho offshore.

Quer saber mais sobre como uma boa gestão de viagens pode ajudar a sua empresa a realizar os projetos offshore? Confira as soluções da Copastur!

SUA EMPRESA TAMBÉM PRECISA DE UMA GESTÃO INTELIGENTE DE VIAGENS?

Entre em contato para contratar nossos serviços

Fale Conosco
We are using cookies to give you the best experience. You can find out more about which cookies we are using or switch them off in privacy settings.
AcceptPrivacy Settings

GDPR

  • teste

teste