Descubra como sua instituição de saúde pode economizar com as viagens corporativas dos profissionais da área médica 

Compartilhe este conteúdo:

Cada vez mais, cresce o chamado turismo de saúde, ou turismo médico. Este mercado envolve viagens não só de pacientes à procura de melhores hospitais para tratamentos e cirurgias, principalmente as plásticas. Mas também engloba os deslocamentos de médicos e outros profissionais da área em busca de novos conhecimentos, seja em congressos, feiras ou treinamentos. 

Está sem tempo de ler agora? Que tal ouvir o artigo? Experimente dar o play abaixo ou fazer o download para ouvir offline!

Imagine só a quantidade de viagens que acontecem com esses objetivos. E pense também em um hospital ou instituição médica, com centenas de funcionários realizando esse tipo de deslocamento para eventos e atualização. 

Por isso, o setor de turismo médico se expande a taxas de 15% a 25% todos os anos, segundo estudo do Statista. Em 2024, o mercado deve atingir o valor de US$ 47 bilhões no mundo. A projeção para 2028 é ultrapassar a marca de US$ 93 bilhões. 

Neste artigo, vamos entender melhor como as instituições de saúde devem fazer para gerenciar as viagens corporativas do seu corpo de médicos e profissionais. 

Leitura recomendada: Planejamento de viagens corporativas: Guia completo para organizar com sucesso 

Qual a importância do turismo de saúde e das viagens corporativas médicas? 

As viagens corporativas de médicos e profissionais da saúde passaram a ganhar grande importância. Isso porque se trata de uma estratégia fundamental em um mundo que evolui de forma cada vez mais rápida, com novas tecnologias, novos tratamentos, descobertas e conhecimentos. 

Assim, com o avanço das novidades e capacitações na área de saúde moderna, é essencial que os profissionais da área fiquem preparados para descobrir como proporcionar cuidados de qualidade e tratamentos de excelência aos pacientes.  

Participar de cursos, simpósios, congressos e afins é uma ação indispensável neste sentido. Veja os benefícios do turismo de saúde para médicos, pacientes e instituições: 

  • Acompanhamento do avanço da medicina; 
  • Oportunidades de crescimento profissional; 
  • Realização de networking com troca de experiências entre os participantes; 
  • Ampliação da rede de contatos para colaborações e ajuda em tratamentos e procedimentos; 
  • Conhecimento de novos processos para promover cuidados de saúde de qualidade; 
  • Disponibilização de assistência médica mais eficaz; 
  • Otimização dos recursos empregados em exames e tratamentos dos pacientes; 
  • Entre outros. 

Por isso, é importante mapear todas as viagens que sua equipe poderia fazer no ano e criar um calendário, visando identificar os deslocamentos indispensáveis para a especialidade de cada um. Esse é o pontapé inicial para desenhar o planejamento das viagens. 

Ao mesmo tempo, os gestores podem criar um orçamento para os gastos de viagens, a fim de garantir que os custos fiquem dentro do planejado. 

Personalização nas viagens médicas e no turismo de saúde 

Como vimos, existem diversos motivos para os médicos e profissionais viajarem a trabalho. Uma vez que cada deslocamento representa uma oportunidade de aprendizado e evolução. 

Então, com as diferentes particularidades à vista, a personalização nas viagens é uma abordagem importante para atender às necessidades dos viajantes colaboradores e promover experiências mais positivas. 

Essa personalização passa pela escolha de hospedagens e acomodações que proporcionem maior facilidade e produtividade aos médicos e profissionais. Afinal, esses profissionais têm rotinas diferenciadas, com plantões e atendimentos aos pacientes. 

Do mesmo modo, os horários de viagem devem se adequar às agências corridas e apertadas dessas pessoas. E vale a pena também conseguir locais que tenham flexibilidade nos períodos de refeição. 

Portanto, em um campo tão dinâmico como a saúde, personalizar viagens é uma necessidade. 

Saiba mais: Saiba o que é hiperpersonalização e veja como impulsionar sua viagem corporativa 

Como as instituições podem economizar no turismo de saúde durante as viagens corporativas

Em 2024, o Brasil bateu a marca de mais de 575 mil médicos atuantes, segundo o relatório do Conselho Federal de Medicina (CFM). As viagens desses profissionais dentro do Brasil e para o exterior para congressos, eventos e afins podem gerar custos elevados. 

No entanto, tais deslocamentos e atividades de turismo de saúde não precisam representar gastos excessivos para sua instituição. 

É preciso desenvolver um planejamento criterioso de todos os passos do colaborador viajante para garantir as melhores condições para a realização da viagem, não só economizando recursos, mas também assegurando uma boa experiência com conforto e bem-estar. 

Vale reforçar a importância da antecipação aqui nessa gestão de viagens. Afinal, a compra de passagens com mais de 31 dias de antecedência pode sair até 55% mais barata, conforme estudo da Copastur

Por isso, com a escolha de tarifas aéreas vantajosas e de acomodações com bom custo-benefício, é essencial planejar as viagens com sabedoria, a fim de otimizar os recursos, manter custos sob controle, cumprir as políticas de viagem e maximizar os benefícios dos deslocamentos. 

Ao economizar com inteligência na gestão de viagens do turismo de saúde, as instituições conseguem controlar o orçamento e, ao mesmo tempo, fortalecer as práticas médicas e oferecer uma assistência mais eficaz às pessoas. Sem contar que, nesta área, cada recurso pode ser aplicado em pesquisas, cuidados de qualidade e na melhoria da vida dos pacientes. 

Por que contar com apoio especializado na gestão de viagens de saúde? 

Fica claro que organizar e planejar as viagens do turismo de saúde é uma tarefa complexa, desafiadora e que demanda muito tempo e esforços da equipe interna da instituição médica. Desse modo, uma empresa especializada, como a Copastur, pode ajudar as organizações. 

Com mais de 50 anos de mercado, expertise, serviço personalizado, consultoria dedicada e atendimento emergencial, unimos tecnologias e processos centrados em pessoas para oferecer melhores experiências para empresas e viajantes. 

Assim, as instituições da área de saúde, como hospitais, clínicas e laboratórios, podem otimizar seus processos de viagens corporativas com a Copastur. Atuamos com gestão dos deslocamentos e das despesas de ponta a ponta das operações. Veja só os benefícios dos serviços da Copastur: 

  • Menos burocracia na organização das viagens; 
  • Simplicidade e rapidez na compra de passagens e reserva de hotéis; 
  • Melhores tarifas e preços de voos e hospedagem; 
  • Economia de tempo interno que pode ser direcionado para cuidados com os pacientes; 
  • Garantia da conformidade com as políticas de viagens; 
  • Visibilidade das despesas dos viajantes de forma precisa e atualizada;
  • E muito mais! 

Com uma solução completa, flexível e personalizada para gestão de viagens corporativas, a Copastur oferece inúmeras possibilidades para apoiar o turismo de saúde. Inclusive, contamos com serviços de organização de eventos, viagens de lazer, de incentivo, de intercâmbio, de alto valor, entre outros. 

Proporcionamos uma jornada completa às empresas, com todas as opções para atender às suas necessidades e cocriando novas soluções em parcerias com nossos clientes. Hoje, já temos mais de 950 clientes satisfeitos com nossos serviços. 

Vamos conversar e ver como podemos ajudar a sua instituição de saúde na gestão de viagens médicas? Entre em contato agora mesmo com nossos especialistas

gestão corporativa banner

Posts Relacionados

Rolar para cima