Gestão de milhas em viagens corporativas: entenda como funciona!

Acumular milhas é uma daquelas vantagens que fazem brilhar os olhos de todo viajante. Você pode trocar por novas passagens ou mesmo vender a empresas, caso as milhas estejam próximas do vencimento ou você não tenha nenhuma viagem planejada. Mas e quando essas milhas são de deslocamentos a trabalho? A quem elas pertencem? Nesse sentido, a gestão de milhas em viagens corporativas é uma ótima solução, tanto para a empresa economizar, quanto para reverter vantagens ao colaborador.

Mas como isso é possível? Existe alguma lei que proíba a empresa de usar as milhas relacionadas às viagens empresariais do colaborador? Qual é a forma ideal de fazer essa gestão? Continue com a gente porque vamos apresentar a solução mais adequada para essas situações!

De quem são as milhas corporativas, afinal?

Algumas empresas já colocam em seus contratos essa questão e apontam, desde a contratação do colaborador, que as milhas geradas por ele com pagamentos feitos pela empresa serão da própria companhia e, dessa forma, deverão ser utilizadas para outras viagens pela empresa.

Porém, essa é uma questão atual e firmas com contratos mais antigos nem sempre têm isso esclarecido. Dessa maneira, não haveria nenhum impedimento para o funcionário usar as milhas para viagens particulares, certo? Mas existe uma questão moral nesse ponto: uma vez que é a empresa é quem paga a viagem, essas milhas são corporativas e deveriam ser de uso da empresa, até para gerar uma economia em futuros deslocamentos.

Como fazer a gestão de milhas em viagens corporativas de forma eficiente?

As milhas de um colaborador acabam se misturando: você gera milhas viajando pela companhia e também ao viajar de forma particular. Como saber que a milha é realmente corporativa e deve ser devolvida à organização?

Para que isso seja esclarecido, a Copastur conta com um sistema inovador para fazer a gestão de milhas corporativas em viagens. O process é feito com total transparência e resulta em benefícios tanto para o colaborador, quanto para a empresa.

Ao contratar o sistema, funcionário e firma entendem com mais clareza de quem são as milhas, visto que estamos falando de um sistema com níveis de acesso tanto para o viajante quanto para a empresa. Portanto, é possível gerenciar tudo de forma mais transparente, para que cada colaborador entenda o que é corporativo e o que é dele.

Quais as possibilidades ao se contratar o sistema?

Contando com a solução da Copastur, o processo fica bem mais claro para as duas partes, colaborador e empresa. Conheça as principais oportunidades a seguir!

Visibilidade para a gestão

Uma vez que o sistema gerencia de forma mais efetiva as milhas, o colaborador passa a ter total conhecimento do que é dele e do que é da empresa. Isso se deve ao fato de que o sistema analisa todas as viagens corporativas que foram feitas e faz uma automatização desse processo, criando um extrato de milhagem específico das viagens pagas pela empresa.

Possibilidade de contestação

Pense no seguinte cenário: o roteiro daria mil milhas de crédito ao colaborador, mas, como a tarifa era promocional, as milhas não foram acumuladas. Portanto, as milhas que constam no sistema eram de uma viagem particular do usuário. Como proceder?

Na ferramenta, com apenas um clique, o usuário pode abrir uma contestação, colocar a cópia do extrato dele, e informar que não teve as milhas creditadas na conta. Automaticamente, é feita a leitura desse extrato, da análise e são devolvidas as milhas para a conta, se caso tiverem sido debitadas. A contestação é uma segurança para que essas milhas não sejam confundidas e se trata de um processo bastante simples de se fazer.

Oportunidade de creditar os bilhetes

É possível computar as milhas corporativas até chegar a um montante que possibilite fazer uma outra viagem pela empresa. Imagine que o target é de 10 mil milhas: ao atingir essa quantidade, o colaborador pode usá-la em uma próxima viagem corporativa.

A forma de isso ser feito é simples e prática. O usuário acessa o site e emite uma viagem para a empresa com essas milhas. Então, consegue pegar o comprovante e colocar dentro da ferramenta para mostrar a empresa que usou as milhas para a viagem.

Geração de relatório

O colaborador, como viajante, tem a possibilidade de gerar um relatório para saber o seu extrato. A gestão da empresa também tem essa visibilidade, o que deixa os dois no mesmo patamar de conhecimento sobre o acúmulo de milhas.

Transparência para os dois lados

Uma vez que a empresa e o funcionário têm acesso ao sistema, ambos podem ir acompanhando, viagem a viagem, como foram computadas as milhas. A transparência é total porque a empresa passa a ter visão do que é de fato dela e o usuário ganha consciência sobre o que é dele, de uso particular.

Quais as vantagens para a empresa?

A economia feita pela corporação acaba sendo muito considerável. Ao optar pelo sistema, uma empresa pode ter de 2% a 3% de economia em viagens. Caso a frequência de deslocamentos seja mais intensa, esse saving consegue alcançar até 10%.

Por exemplo, se você tem 10 viagens de um colaborador e, a cada trecho acumulam-se 1 mil milhas, você terá um total de 10 mil milhas. Se o colaborador gasta R$ 1 mil em cada viagem, isso possibilita que a décima primeira viagem seja paga com esse acúmulo de milhas.

E para o colaborador, quais são os benefícios?

Para que o colaborador não se sinta lesado e pense que está doando suas milhas à empresa (o que não é correto, visto que os tickets corporativos são pagos pela companhia), o sistema não computa as milhas conquistadas, devido ao status do cartão.

Quando o colaborador tem cartão gold, black ou platinum, ele ganha mais milhas em cima das que foram acumuladas, isso varia em 50% ou 100% a mais, dependendo do status. Porém, essas, especificamente, não são computadas pelo sistema, que entende que isso é do colaborador, exclusivamente por causa do status de cartão.

Assim, ao fazer viagens corporativas, o usuário acaba juntando mais milhas, que podem lhe render algumas oportunidades para viagens particulares, como:

  • liberação da taxa de bagagem;
  • isenção da taxa para marcação de assento;
  • acesso à sala VIP no aeroporto

É preciso entender que, se o colaborador não estivesse na empresa e viajando por ela, essas vantagens não existiriam. Assim, estamos falando de uma possibilidade de ganho para as duas partes.

A gestão de milhas em viagens corporativas é uma grande oportunidade de a empresa economizar em viagens futuras e ainda oferecer benefícios ao seu colaborador. O sistema desenvolvido pela Copastur ainda traz clareza para ambas as partes e facilidade no uso.

Há ainda possibilidade de contestação, caso o colaborador veja que milhas foram creditadas de forma errada, inteligência do sistema para tratar casos de viajantes com cartão gold, black ou platinum e interação direta com o usuário.

Entre agora mesmo em contato conosco para contar com todas as facilidades do sistema e conseguir muita economia para a sua empresa!

SUA EMPRESA TAMBÉM PRECISA DE UMA GESTÃO INTELIGENTE DE VIAGENS?

Entre em contato para contratar nossos serviços

Fale Conosco
We are using cookies to give you the best experience. You can find out more about which cookies we are using or switch them off in privacy settings.
AcceptPrivacy Settings

GDPR

  • teste

teste