Como facilitar as viagens na supervisão de obras da construção civil

Compartilhe este conteúdo:
6 min restantes

Assim como no varejo e na saúde, a construção civil é um dos segmentos em que as viagens corporativas são frequentes, já que é fundamental ir presencialmente aos locais dos projetos e construções para, por exemplo, realizar a supervisão de obras. Neste sentido, fazer a gestão desses deslocamentos é um tanto desafiador, pois são muitos processos envolvidos que gastam bastante tempo da equipe interna. 

Não podemos esquecer que a construção civil é um setor em constante crescimento, que ajuda a aquecer a economia. Para se ter uma ideia, esta foi a área que mais criou empregos com carteira assinada no Brasil entre janeiro e abril de 2023, com mais de 120 mil vagas, segundo o Ministério do Trabalho 

Ainda de acordo com o IBGE, em 2020, o segmento gerou R$ 325,1 bilhões em valor com projetos de incorporações, obras ou serviços: 

  • Construção de edifícios: R$ 147,3 bilhões; 
  • Obras de infraestrutura: R$ 106,4 bilhões; 
  • Serviços especializados de construção: R$ 71,4 bilhões. 

Estes dados deixam claro a quantidade de projetos e construções sendo realizados, com a necessidade das viagens para inspeção e supervisão de obras. 

Leia também: Gestão de Viagens Corporativas: Guia completo para gestores 

Desafios da construção civil 

Conforme levantamento da Deloitte, em parceria com a Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias (Abrainc), os principais desafios da construção civil no nosso país incluem questões como: 

  • Atrasos de fornecedores; 
  • Imprevisibilidade de custos; 
  • Escassez de mão de obra encomendada; 
  • Falta de materiais; 
  • Escassez ou aumento do custo dos recursos financeiros. 

Importância da supervisão de obras 

Tais desafios reforçam a importância, principalmente, desses deslocamentos a trabalho de supervisores e gerentes de obras para manter um relacionamento próximo com fornecedores e funcionários, cobrando o bom andamento dos projetos. 

Durante a inspeção, seja ela programada ou aleatória, pode-se verificar: 

  • Cumprimento de prazos; 
  • Organização do canteiro de obras; 
  • Segurança do trabalho; 
  • Produtividade da equipe; 
  • Controle de materiais e recursos; 
  • Manutenção do cronograma da obra. 

Dessa forma, é possível ficar mais em cima dos gastos com equipamentos e outras necessidades das construções, garantindo um controle mais efetivo sobre as despesas e evitando desperdícios de materiais. 

Além disso, os profissionais na supervisão de obras podem analisar o bom andamento dos projetos, a fim de fazer correções e assegurar a entrega no tempo previsto. 

Leia também: Gestão de despesas corporativas: tendências em meios de pagamento 

Viagens corporativas para a construção civil 

Nas empresas de construção civil, nem sempre as sedes das construtoras ficam no mesmo local dos projetos em andamento. O que requer os deslocamentos de diversos profissionais, como engenheiros, arquitetos e supervisores de obras. 

Algumas necessidades de viagens na construção civil incluem: 

gestão corporativa banner
  • Inspeção e supervisão de obras, como já mencionamos; 
  • Reuniões com clientes antes do projeto, durante e na entrega; 
  • Realização de treinamento das equipes responsáveis pelo canteiro de obras; 
  • Reuniões com fornecedores de materiais, buscando melhores condições para aquisição de equipamentos e produtos; 
  • Entre outros. 

Neste sentido, os deslocamentos podem até envolver estadias mais longas dos profissionais em visita e supervisão ao projeto. 

Como otimizar a gestão de viagens corporativas na supervisão de obras 

Com viagens frequentes, as empresas de construção civil precisam implementar estratégias para otimizar esses processos, facilitando o planejamento e organização dos deslocamentos, com maior eficiência e menor perda de tempo. Veja boas práticas: 

Políticas de viagens  

Elabore um documento completo com todos os procedimentos para as viagens corporativas na supervisão de obras e nas demais atividades da construção civil. A política deve detalhar informações como: 

  • Definição de hospedagem; 
  • Compra de passagem aérea; 
  • Tempo de viagem; 
  • Forma de deslocamento terrestre (carro de aluguel, aplicativo, táxi etc.); 
  • Orçamento disponível; 
  • Prestação de contas. 

Experiência do viajante 

As viagens podem ser desgastantes e estressantes. Por isso, a empresa de construção deve se preocupar com a segurança e o bem-estar dos viajantes, proporcionando maior conforto e uma melhor experiência do colaborador.  

Não se esqueça de fornecer todas as informações sobre itinerário e roteiro de viagem, assim como as atividades a serem executadas na fiscalização do projeto, além dos dados de contato para casos de emergência. Dessa forma, os funcionários não precisam se preocupar com esses detalhes e podem ficar focados no trabalho. 

Gestão de despesas 

Fazer o gerenciamento dos gastos de colaboradores em viagens, eventos, almoços, entre outras situações, como o caixinha de obras para compra de material emergencial, é um pesadelo para os gestores financeiros. Uma vez que é preciso analisar a prestação de contas, emitir reembolsos, montar relatórios de gastos e ainda efetuar a conciliação bancária. 

Neste sentido, um cartão corporativo, como o CopasturCard, pode simplificar a rotina dos gestores, pois automatiza a prestação de contas, elimina os reembolsos e traz maior visibilidade dos custos envolvidos. 

Ferramentas tecnológicas 

Considere também o uso de soluções e ferramentas tecnológicas para facilitar a vida dos viajantes durante esse período de supervisão de obras. Existem, por exemplo, superaplicativos que contam com serviços de mobilidade, gestão de despesas, pedidos de reembolso, controle de hospedagem e voos. 

Leia também: Copastur lança superapp C+ para simplificar a rotina corporativa 

Empresa especializada em gestão de viagens 

Como você pode observar, são muitos os desafios da gestão de viagens nas empresas de construção civil. Mas é possível otimizar todos os processos, contando com o apoio de empresas especializadas, como a Copastur. 

Com mais de 51 anos de mercado, atuamos em toda a operação da viagem, desde o planejamento e roteiro até o acompanhamento do viajante e o seu retorno. Ainda temos atendimento 24×7 para auxiliar a pessoa em qualquer momento e necessidades. 

Além disso, entre outras tecnologias, disponibilizamos nosso cartão corporativo CopasturCard e o superapp C+ para trazer ainda mais conveniência e praticidade para nossos clientes. 

Quer saber como podemos facilitar a supervisão de obras e tornar sua empresa mais estratégica, sem precisar se preocupar com detalhes de viagens? Fale com nossos especialistas agora mesmo

Posts Relacionados

Rolar para cima