Como escolher o destino da viagem de incentivo da sua equipe?

Copastur bannerPowered by Rock Convert

A cada dia que passa, mais e mais empresas utilizam a viagem de incentivo como uma maneira de motivar, engajar e premiar seus colaboradores. E não é para menos! Os resultados desse tipo de ação costumam ser extremamente positivos. Por um lado, o colaborador conhece um destino novo e vivencia experiências inesquecíveis. Por outro, a empresa aumenta sua produtividade, alavanca o engajamento e promove o alinhamento dos funcionários com os valores da organização.

Mas para que a viagem de incentivo seja realmente efetiva e bem aproveitada, trazendo os resultados esperados pela companhia, é necessária uma boa dose de planejamento. É sempre bom lembrar que a experiência tem que ser proveitosa e gratificante para o contemplado. Por isso, a escolha do destino deve ser feita com muito cuidado, evitando frustrações e experiências desagradáveis.

Quer saber como acertar em cheio na escolha do destino da viagem de incentivo da sua equipe? Então não deixe de conferir nosso post de hoje!

Trace o perfil dos colaboradores

Como seus colaboradores são pessoas diferentes entre si, obviamente têm gostos e preferências particulares. E é claro que, quando o assunto é viagem, a lógica se mantém. Assim, muito provavelmente, o destino desejado por um colaborador sênior será distinto daquele preferido por um novo talento, pertencente à Geração Y, não concorda?

Por isso, é importante conhecer ao máximo seus colaboradores, traçando o perfil de cada um e os agrupando de acordo com suas características. Isso pode ser feito com uma simples distribuição de formulários via e-mail e a respectiva análise das respostas, em conjunto com a equipe de RH.

Dessa maneira, será possível oferecer viagens satisfatórias a cada grupo, evitando que um funcionário que gosta de paz e sossego acabe em uma noitada em Las Vegas, ou que alguém que deseja agito e diversão passe dias e mais dias em um hotel fazenda no meio do nada, por exemplo.

Leve em conta o ramo de atuação da empresa

Os valores e objetivos, além da missão e do segmento de atuação da empresa têm que ser levados em consideração na hora de escolher os destinos da viagem de incentivo. Então anote aí: não é apenas porque determinado país ou cidade está na moda que deve ser escolhido como destino da viagem de incentivo, sem o menor critério.

Empresas que trabalham com moda e confecções, por exemplo, podem escolher cidades que são referência na área, como Milão ou Nova York. Da mesma maneira, se a companhia atua na área de informática ou lida com novas tecnologias, uma visita ao Vale do Silício e arredores, nos Estados Unidos, ou ao Japão podem ser excelentes opções.

O importante é que a viagem proporcione ao colaborador, além de experiências pessoais gratificantes (quesito obrigatório), a expansão de seus horizontes profissionais e da sua capacidade inovadora. Imagine o bem que essa imersão inspiradora fará aos funcionários e, consequentemente, à empresa!

5

Investigue os atrativos turísticos

Dentro das opções eleitas por você, levando em consideração o perfil de seus colaboradores e o segmento de atuação da empresa, é hora de fazer uma boa pesquisa sobre os atrativos que cada destino oferece. Atrações turísticas famosas, opções de gastronomia, lazer, compras e diversão: procure saber sobre tudo!

Com essas informações em mãos, é possível traçar um roteiro que atenda aos desejos dos colaboradores, proporcionando justamente o que eles desejam vivenciar durante a viagem, bem como aos objetivos da companhia. Certos destinos oferecem rotas alternativas que são extremamente interessantes e capazes de fugir do lugar comum, promovendo experiências incríveis e engrandecedoras a todos os participantes. Esteja atento a isso!

Determine o custo médio com precisão

O ideal seria que todas as empresas contassem com um orçamento polpudo para oferecer o mais amplo leque de opções quando o assunto é viagem de incentivo, não é mesmo? Mas, infelizmente, essa não é a realidade da grande maioria das organizações — especialmente em tempos de crise econômica.

Por isso, é extremamente importante realizar um orçamento preciso e detalhado de quanto essa ação custará para os cofres da empresa. Afinal, por mais que o destino seja tudo de bom, não pode causar um rombo no orçamento, deixando o negócio em apuros posteriormente.

Para esse cálculo, leve em consideração, além dos gastos básicos com passagens, deslocamento e hospedagem, as despesas menores, relativas a passeios, entradas para atrações turísticas ou jantares. Acredite: dependendo do número de colaboradores que vai desfrutar da viagem, esses gastos menos relevantes, somados, podem alcançar valores altíssimos.

E se o lugar que você tinha em mente em um primeiro momento não puder ser bancado pela empresa no presente, nada de desanimar! Existe uma infinidade de destinos, tanto nacionais quanto internacionais, fora do circuito padrão de viagens, que são opções interessantíssimas e bem mais em conta financeiramente falando.

Fique atento à logística

Para que tudo saia conforme o planejado e a viagem de incentivo seja um sucesso, é essencial que você fique atento à logística da ação. Analise e pondere todos os detalhes: custos, tempo de viagem, necessidade de transfers, locais de hospedagem e suas regras, dias e horários de cada passeio, refeição ou atividade. Além disso, faça uma lista contendo os itens que os convidados devem (ou não devem) levar em suas bagagens.

Esse tipo de cuidado é importante para minimizar o risco de imprevistos e situações fora de controle. Dessa maneira, as chances de a viagem de incentivo ser realmente uma experiência marcante e inesquecível para os colaboradores, sem estresse, atribulações e conflitos, aumentam de maneira significativa.

Escolher com cuidado o destino da viagem de incentivo oferecida por sua empresa aos colaboradores, usando as dicas deste post, garante bons momentos a quem trabalha para que o negócio cresça. De quebra, ainda aumenta os níveis de engajamento e produtividade dos funcionários, alçando os resultados da companhia a patamares nunca antes imaginados! É testar e aprovar!

E então, gostou de saber mais sobre como escolher o melhor destino para a viagem de incentivo da sua empresa? Acha que esse conteúdo foi útil para você? Então não deixe de assinar a nossa newsletter para receber todos os posts publicados aqui no blog diretamente em sua caixa de entrada!

Sobre o autor

Formado em Administração Pública pela Unesp e Pós Graduação em Administração e Gestão de Eventos pelo Senac SP, Alexandre Kida é responsável pela área de eventos & incentivos na Copastur. Com experiência de 17 anos na área, é apaixonado pelo que faz, compromissado com a excelência na entrega dos serviços e satisfação plena dos clientes.

SUA EMPRESA TAMBÉM PRECISA DE UMA GESTÃO INTELIGENTE DE VIAGENS?

Entre em contato para contratar nossos serviços

Fale Conosco
We are using cookies to give you the best experience. You can find out more about which cookies we are using or switch them off in privacy settings.
AcceptPrivacy Settings

GDPR

  • teste

teste